Estaleiro ICN de Itaguaí marca Prova de Mar do Submarino Riachuelo

ICN de Itaguaí fará prova de mar de submarino

Primeiro dos quatro submarinos do programa Prosub vai iniciar, agora este mês de Agosto, em Itaguaí, os testes de funcionamento no mar

O estaleiro ICN (Itaguaí Construções Navais), uma joint venture entre o Naval Group e a Odebrecht Engenharia e Construção, informou a Marinha brasileira, que a prova de mar do primeiro dos quatro submarinos de ataque diesel-elétricos S-BR (classe Scorpène modificado) do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub), terá início neste mês de agosto.
A prova de mar da embarcação e de seus equipamentos deve durar até o primeiro semestre de 2020, enquanto o comissionamento do submarino está programado para outubro de 2020.

Os testes

A marinha do Brasil informou que não será testados somente os equipamentos do submarino, a Prova de Mar servirá também para testar o lançamento de um torpedo pesado F21 de 533 mm do Naval Group e um mock-up de um míssil antinavio MBDA Exocet SM39 Bloco 2 Mod 2.

Vale lembrar que o Submarino (S-40) batizado de “Riachuelo”, foi lançado Estaleiro Naval de Itaguaí em 14 de dezembro de 2018 e está equipado com armamentos capazes de fazer a patrulha de áreas onde se explorará o Pré Sal.

Conforme o Click Petróleo e Gás já havia informado, as obras de construção dos submarinos em Itaguaí estão bastante adiantadas e as quatro seções do casco do segundo submarino, o “Humaitá” já estão no ICN, vindas da UFEM, que também fica em Itaguaí.

O Prosub prevê a construção de quatro submarinos, depois do Riachuelo virá o Humaitá (S41), com lançamento previsto para 2020, o Tonelero (S42) em 2021 e o Angostura (S43) em 2022.

Uma quinta unidade está prevista, mas sua propulsão será nuclear e a o projeto que também será executado no Estaleiro de Itaguaí está indo de vento em popa.

A ICN e NUCLEP caminham para mais um salto industrial unindo-se para a fabricação da primeira seção de qualificação do SN-BR Álvaro Alberto, primeiro submarino com propulsão nuclear da América Latina.

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)