Energy Plataform procura parceria para construir Hub de gás natural no Rio de Janeiro e Espírito Santo

Flavia Marinho
por
-
01-12-2020 12:14:53
em Petróleo, Óleo e Gás
Energy Plataform procura parceria para construir Hub de gás natural no Rio de Janeiro e Espírito Santo O projeto Hub Gasines da EnP apresenta uma nova solução para escoamento do gás natural produzido no offshore do Rio de Janeiro e Espírito Santo

O projeto Hub Gasines da EnP apresenta uma nova solução para escoamento do gás natural produzido no offshore do Rio de Janeiro e Espírito Santo

O novo projeto da Energy Plataform, chamado de Hub Gasines, vem sendo estudado pela EnP há oito meses para a viabilização comercial do gás produzido no litoral do Sudeste Brasileiro, tanto do Pré-Sal como do Pós-Sal. O projeto contará com linhas de até 150 km. Estaleiro de construção naval Jurong Aracruz abre vagas em cursos gratuitos de Solda, Elétrica e Administrativo, no Programa de Aprendizagem Industrial

Leia também

O projeto em estudo que visa estimular a concorrência e o aumento da produção será instalado em águas rasas, na divisa do Rio de Janeiro com o Espírito Santo. A EnP busca parceria para investimentos de US$ 350 milhões a US$ 400 milhões, o sistema terá capacidade de escoamento de 15 a 20 milhões de m³/dia de gás.

O projeto terá uma jaqueta, que será utilizada como Central de Operação e Distribuição (COD). O hub receberá gasodutos de diversos produtores e escoará a produção através de diferentes conexões. Sob esse escopo, o gás poderá ser processado em unidades de tratamento localizadas no eixo do Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Por enquanto, não foi definida a localização exata do hub. A localização do projeto será escolhida futuramente de acordo com o andamento do projeto, mas a tendência é que sua maior parte ficará no Rio de Janeiro.

Inicialmente, o hub terá apenas um trecho de gasoduto até a costa. No futuro, o objetivo é garantir a chegada de gás em cinco pontos diferentes – Macaé, Porto do Açu, Porto Central, Anchieta e Linhares.

O planejamento da EnP é buscar recursos e sócios ao longo de 2021, dando início também ao projeto de detalhamento e licenciamento ambiental. Se tudo transcorrer como esperado, Félix projeta que a construção do Hub Gasines poderia ser iniciada em 2022, com operação prevista para 2023.

O Hub Gasines coordenado pela EnP será implantado a partir de uma sociedade de propósito específico (SPE). A intenção da EnP é atrair grupos de toda a cadeia de gás, que possam aportar recursos no projeto. O foco está direcionado a empresas produtoras, proprietários de plantas de gás e consumidores.

“O momento é oportuno, tendo em vista que a Petrobras está anunciando novos desinvestimentos na velha Bacia de Campos, como Marlim, Albacora e Albacora Leste, que podem ser estimulados até por conta dessa possibilidade”, diz Márcio Félix, presidente da EnP

Algumas características fazem do Hub Gasines um projeto transformador:

  • Interconexão e maior flexibilidade da malha de escoamento;
  • Utilização das capacidades disponíveis de processamento e transporte de gás;
  • Alternativa competitiva com a injeção;
  • Facilidades para estocagem de gás;
  • Interiorização do gás, notadamente para Minas Gerais.
  • Além da tecnologia, uma inovação está no gerenciamento da utilização simultânea de diferentes ativos de midstream, existentes ou planejados, nos estados do Rio, Espírito Santo e Minas Gerais e com efeitos indiretos em São Paulo.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.