Embarcação da Prosafe chega no Estaleiro Enseada para reparos

Estaleiro Enseada recebe plataforma para reparos

Embarcação UMS Safe Concordia atraca no cais do Estaleiro Enseada, em Maragogipe, na Bahia, antes de seguir para o campo de Peregrino.

Conforme o Click Petróleo e Gás informou no dia 05 deste mês de agosto, a Prosafe contratou o Estaleiro Enseada, da Bahia, para reparos no flotel Safe Concordia por seis meses.
Assim sendo, o Estaleiro Enseada acaba de anunciar que concluiu a operação de atracação da embarcação em seu cais, com sucesso nesta terça-feira, dia 20 de agosto. O flotel permanecerá na Bahia por 6 meses antes de cumprir contrato com a norueguesa Equinor.

Vinicius Campos, Diretor de Operações da Prosafe no Brasil, declarou que: “Iniciamos a operação com a primeira luz do dia e ela foi realizada com 100% de êxito. Navegamos pelo canal e atracamos de forma segura, sem a necessidade de intervenção dos dois rebocadores. Escolhemos o Estaleiro Enseada pela sua capacidade operacional e pelo compromisso com os prazos, já que a embarcação estará operando no Campo de Peregrino a partir do dia 15 de janeiro de 2020”.

Segundo o Gerente Industrial do Estaleiro Enseada, Mario Moura, esta foi a terceira manobra desta natureza realizada em menos de um ano. “Conduzimos estas operações com equipe própria do estaleiro o que nos permite realizar estas atividades de forma rápida, segura e competitiva.”

Vale lembrar que a atracação da UMS Safe Concordia ocorreu poucos dias após a saída de outra embarcação, a SS Norbe VI, de propriedade da Ocyan que seguiu rumo ao Rio de Janeiro, no dia 06 de agosto, para suas preparações finais a fim cumprir contrato de serviços com a Petrobras.

Leia também aqui no seu portal Click Petróleo e Gás ! A MP da cabotagem, a chamada BR do Mar, que será divulgada em outubro, segundo o ministério da infraestrutura, tem enfrentado resistência por parte do Sinaval (Sindicato Nacional da Indústria da Construção Naval e Offshore) e dos estaleiros.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Click Petróleo e Gás.
Renato Oliveira

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)