EDP Brasil conclui projeto de usina de energia solar em Minas Gerais

Valdemar Medeiros
por
-
20-01-2021 09:03:13
em Energia Renovável
EDP Brasil - usina - energia solar Usina de energia solar no MG

Usina de energia solar da EDP Brasil vai fornecer energia elétrica a sete unidades da rede de academias da Smart fit em Minas Gerais

A EDP Brasil informou que concluiu a construção da usina de energia solar capaz de gerar 1.699 MWh por ano, equivalente a demanda de cerca de 700 residências em Minas Gerais. O investimento foi de R$ 2,2 milhões e a economia de 24,3% desconsidera o recolhimento de impostos.

Leia também

Do ponto de vista ambiental, o suprimento de energia 100% renovável para as sete unidades evitará a emissão de 127 toneladas anuais de CO2, o que corresponderia ao plantio de 705 árvores, diz a EDP.

Energia solar em Minas Gerais

A usina de energia solar que atenderá à Smart Fit está localizada em Sacramento, município que faz fronteira com Uberaba, no Sudoestes de Minas Gerais.

Minas Gerais é o estado que mais produz energia elétrica por meio de usinas fotovoltaicas de micro e minigeração. Na geração centralizada, são 529,1 megawatts (MW) já em operação e mais de 5,2 GW contratados, enquanto na geração distribuída, o estado tem 790,7 MW instalados.

EDP Smart pretende investir R$ 300 milhões anuais em energia solar no Brasil

Os planos de investimentos da portuguesa EDP vão de sol a sol. Por meio da EDP Smart, a companhia pretende triplicar dos atuais R$ 100 milhões para R$ 300 milhões anuais a sua participação no setor de energia solar no Brasil, o que irá representar 38% da matriz elétrica brasileira até 2050. Atualmente, a empresa possui 29 MWp de capacidade instalada no país e 59 MWp em projetos vendidos.

De acordo com Carlos Andrade, vice-presidente de Estratégia e Desenvolvimento de Negócios da EDP, o Brasil é um lugar no mundo com maior potencial de crescimento do setor de energia solar. 

“Queremos estar próximo ao cliente final, tanto para empresas como pessoas físicas e vamos investir em geração centralizada também”, comentou o executivo, lembrando que não interessa para a companhia oferecer energia para o sistema como um todo, mas para o cliente final, como comércio, indústria e em conjunto com a EDP Renováveis.

Para o segmento B2B, a empresa busca contratos de longo prazo, entre 10 e 15 anos. “É importante estabelecer uma relação de longo prazo com os nossos clientes”, disse o executivo.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.