Companhia Belocal recebe licença do Idema para iniciar a exploração de calcário em seu empreendimento de mineração em Baraúna (RN)

Ruth Rodrigues
por
-
03-05-2022 18:08:57
em Mineração
A região de Baraúna, no Rio Grande do Norte, será beneficiada com o novo empreendimento da Belocal no ramo da mineração. Com a licença do Idema, já pode começar os preparativos para a exploração do calcário na região Foto: ASCOM/IDEMA




A região de Baraúna, no Rio Grande do Norte, será beneficiada com o novo empreendimento da Belocal no ramo da mineração e, com a liberação da licença por parte do Idema, a empresa já pode começar os preparativos para a exploração do calcário na região

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) concedeu à companhia de mineração Belocal, nessa última segunda-feira, (02/05), uma licença ambiental. Assim, a empresa está apta a dar continuidade ao seu empreendimento no Sítio Baixa Branca, no município de Baraúna, localizado no estado do Rio Grande do Norte, para a exploração do calcário na região. 

Licença concedida pelo Idema à Belocal cumpre exigências e empresa poderá iniciar projeto de mineração e exploração do calcário na região de Baraúna, no RN

Após uma longa análise da região e vistorias nas operações da companhia de mineração Belocal, a empresa conseguiu enfim a licença ambiental do Idema, necessária para o início do empreendimento. Agora, a Belocal poderá dar início às operações de exploração do calcário para expandir a sua presença no setor da mineração no Brasil, com foco nas reservas da região de Baraúna, no Rio Grande do Norte. 

A busca pela licença do Idema vem acontecendo há alguns meses por parte da companhia Belocal. Além disso, a Audiência Pública para a viabilidade do projeto foi realizada em 08 de dezembro de 2021, quando foram apresentados e discutidos o Estudo de Impacto Ambiental e o respectivo Relatório de Impacto Ambiental. Entretanto, o Idema conseguiu verificar todas as exigências na operação da empresa e concedeu a licença com base na resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente – Conama nº 01/86 e 09/87.

O principal requisito para uma companhia da mineração conseguir uma licença para o empreendimento de exploração mineral é que o empreendedor deverá cumprir a assinatura do Termo de Compromisso para efetivação da compensação ambiental. Assim, esse termo foi acordado com a Belocal e a empresa está de acordo com a realização da atividade, além de executar todas as medidas mitigadoras e de controle ambiental, conforme o cronograma executivo constante nos Estudos apresentados. Essas são as principais formas que o Idema utiliza para conseguir o mínimo de impactos ambientais possíveis nos projetos de exploração mineral no Brasil. 

Empreendimento de exploração do calcário da companhia será essencial para o aproveitamento das reservas da mineração da região potiguar

A região de Baraúna é altamente beneficiada com as reservas minerais e um dos grandes polos potiguares para as atividades da mineração. O local está dentro do Grupo Apodi, situado em área de abrangência da deposição de sedimentos em extensa planície de maré e numa plataforma rasa, carbonática. Dessa forma, essa região possui uma alta tendência às reservas de minerais como o calcário, principal foco da Belocal no empreendimento de mineração que está sendo desenvolvido em Baraúna e deverá iniciar em breve após a licitação do Idema. 

Assim, o diretor-geral do Idema, Leon Aguiar, comentou sobre a importância do crescimento da mineração na região e do desenvolvimento de mais um empreendimento voltado para a exploração de minerais como o calcário no estado potiguar. O executivo afirmou ainda que “Estamos expandindo a mineração dentro do estado e fortalecendo a economia da região. A instalação do empreendimento é mais um resultado das ações do Governo do RN para atrair novos investimentos no setor da mineração dentro do estado durante os próximos anos”.

E, com a liberação da licença por parte do Idema, a Belocal caminha para mais um projeto de mineração voltado para uma exploração consciente e responsável. Além disso, é apenas um dos grandes empreendimentos que a empresa pretende concretizar ao longo do ano de 2022.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.