CBMM investe R$ 72 milhões em startup que desenvolve materiais avançados para baterias de íons de lítio

CBMM – startup – baterias Carro elétrico/ Fonte: NeoFeed

Os investimentos da CBMM na startup britânica têm como objetivo acelerar negócios em baterias, o que deve evolucionar o setor de mobilidade elétrica

A CBMM (Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração), liderou a primeira rodada de investimentos na Echion Technologies, startup britânica que desenvolve materiais avançados para baterias de íons de lítio. O aporte da líder global em produtos de Nióbio, realizado em conjunto com o fundo de investimento BGF, somou R$ 72 milhões. Veja ainda esta notícia: A líder mundial em produção de nióbio CBMM fecha parceria internacional e adota tecnologia canadense para aumento de desempenho de baterias em veículos elétricos

Objetivos da CBMM com mais esse investimento

Tal aporte feito pela CBMM na startup britânica é mais uma iniciativa da companhia para consolidar sua liderança no desenvolvimento de tecnologias aplicadas para materiais de baterias com óxido de nióbio, o que deve revolucionar o setor de mobilidade elétrica em todo o mundo. Rodrigo Amado, gerente de estratégia e novos negócios da CBMM ressalta que este investimento faz parte dos planos de estratégias da empresa para acelerar as tecnologias inovadoras.

O executivo ainda diz que a CBMM pretende avançar ainda mais em direção à mobilidade sustentável, oferecendo baterias de carregamento ultrarrápido, que possuam maior estabilidade e vida útil. Estamos otimistas e acreditamos que esses novos produtos já estarão disponíveis no próximo ano, concluí o gerente de estratégia e novos negócios da CBMM.

Os planos da líder global em produtos de Nióbio na startup britânica

A CBMM e Echion pretendem desenvolver produtos com uma combinação única de capacidade de carregamento rápido, economia e alta densidade de energia, características essenciais para a transição energética mundial, ou seja, em sinergia com as tendências de descarbonização e de fomento à eletrificação. Com esse investimento, a empresa britânica ampliará a produção desses novos materiais, que já foram avaliados e aprovados pelos principais fornecedores de células de baterias do mundo, aumentando sua capacidade de atendimento à crescente demanda para testes pré-produção. Os recursos também serão destinados ao fortalecimento do suporte ao cliente, para as operações comerciais e de P&D.

A CBMM acredita que o mercado de baterias elétricas se desenvolva significativamente nos próximos anos. Atualmente, a companhia conta com mais de 40 projetos com universidades, centros de pesquisa e empresas de todo o mundo, visando a aplicação de novas tecnologias com nióbio para este segmento.

Veja ainda: Nióbio além do horizonte – O mercado de baterias para carros elétricos será importante para a CBMM, além de outros setores do ramo automotivo e tecnologia

A CBMM, empresa brasileira com sede e controle no país, comercializa para o mundo todo produtos industrializados de nióbio. A companhia tem investido entre R$ 150 milhões e R$ 200 milhões por ano em pesquisa e inovação no uso do metal. A CBMM possui planos para aumentar as vendas de nióbio e com isso abre novas estratégias para atrair diversos setores, como o automotivo, no segmento de baterias em carros elétricos. 

Até 2030, com o aumento do número de produtos de nióbio, a CBMM precisa diversificar o mercado de vendas e com isso, investe de 150 milhões de reais a 200 milhões de reais por ano em pesquisa e inovação de metais. De acordo com as estimativas da empresa, em dez anos a quantidade de nióbio usada fora dos usos tradicionais na siderurgia representará 35% do total das vendas. 

Entre as principais apostas fora do core business está no setor automotivo, no plano de baterias para carros elétricos. No entanto, a maior parcela dos investimentos em pesquisa e inovação ainda vem da indústria do aço, que planeja receber 100 milhões de reais em 2021.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe