Início Brasil tem a terceira gasolina mais cara do mundo; GNV tem semana de alta

Brasil tem a terceira gasolina mais cara do mundo; GNV tem semana de alta

30 de abril de 2022 às 16:45
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Marcello Casal jr/Agência Brasil




População brasileira paga uma das gasolinas mais caras do planeta. Preço elevado do combustível gera diversos outros problemas para a economia

O preço da gasolina no Brasil é algo muito sério, gerando outros diversos problemas para a economia do país. Um relatório da Oxford Economics mostrou que os brasileiros pagam a terceira gasolina mais cara do mundo. O estudo levou em consideração o poder de compra de casa país. No ranking geral, o Brasil ficou em 53º lugar em uma lista de 170 países levantados. 

Dados da pesquisa mostra que o preço médio da gasolina do Brasil é a terceira mais cara do planeta. A pesquisa levou em conta 29 países mais a zona do euro. No Brasil, o trabalhador precisa gastar 9% do seu salário diário para comprar um litro de gasolina. O segundo lugar é o Paquistão, onde se paga 13%. A gasolina mais cara do mundo fica por conta da Indonésia, onde o trabalhador paga 19% do seu salário diário para comprar um litro de gasolina.

Artigos recomendados

Combustível gnv gasolina preço da gasolina
Marcello Casal jr/Agência Brasil

Enquanto isso, mesmo com todos os problemas economicos, a Gasolina vendida na Venezuela é a mais barata do mundo. Segundo informações da Global Petrol Prices, o venezuelano paga US$ 0.025. No Brasil, o preço médio de um litro é US$ 1.480, ou R$ 7,40. 

Resultados recentes da ANP confirma os dados

Conforme dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP), o valor médio do litro de gasolina passou de R$ 7,270 na semana passada para 7,283 nessa semana. Já o Diesel subiu de R$ 6,60 para R$ 6,61 no mesmo período. Neste ano, a alta do Diesel já está em 23,62%. 

GNV também sobe em todo o país 

Boletim divulgado na sexta-feira, dia 29, pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, mostrou que o preço do gás natural veicular (GNV) subiu pela segunda semana consultiva nos postos de combustíveis. O consumidor que antes pagava R$ 4,742 por metro cubico agora está pagando R$ 4,774. 

O consumidor não deve ter paz em relação ao preço do gás natural veicular (GNV). Como prometido, a Petrobras aumentou em 19% o preço do gás natural para as distribuidoras. A alta no preço do GNV está firmada pelos próximos trimestres. A estatal informou que o gás natural aumentou por conta do encarecimento do Brent do petróleo, e a variação do câmbio.  

Conforme a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), o aumento do gás natural não irá gerar nenhum lucro para as distribuidoras, já que somente os custos da operação será repassado para os consumidores. 


Relacionados
Mais recentes