Início Arábia Saudita, que detém o título de maior exportador de petróleo do mundo, está operando no limite e afirma não ter condições de aumentar sua produção

Arábia Saudita, que detém o título de maior exportador de petróleo do mundo, está operando no limite e afirma não ter condições de aumentar sua produção

29 de julho de 2022 às 12:54
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Arábia Saudita, que detém o título de maior exportador de petróleo do mundo, está operando no limite e afirma não ter condições de aumentar sua produção
Petróleo tem cotação internacional: poucos países produzem-no em larga escala Foto: Petrobras/ Divulgação

Príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, afirmou em entrevistas que não aumentará produção para suprir maior demanda na Europa novamente.

Sendo o maior exportador de petróleo do mundo, a Arábia Saudita detém esse título com louvor, e se encontra no limite, afirmando que não tem condições de aumentar sua produção de petróleo. O comunicado foi transmitido através do príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman. Com isso, o príncipe faz pressão sob o preço da gasolina, que teve um aumento relativo em todo o globo logo após a Rússia invadir a Ucrânia. A Arábia Saudita tem na sua folha os países europeus como seus maiores clientes importadores de petróleo, e têm demandado mais quantidade dessa matéria-prima.  

Arábia Saudita manterá produção de petróleo estável e faz críticas ao setor de fontes renováveis

Arábia Saudita: Anteriormente o príncipe Mohammed Bin Salman havia anunciado um aumento de 13 milhões de barris de petróleo por dia, mas agora voltou com a sua decisão e não aumentará.

Com a alta demanda do petróleo, a produção na Arábia Saudita, o maior exportador de petróleo, se manterá estável. A previsão é de que os preços dos combustíveis fósseis, como óleo diesel e gasolina sigam elevados.

Artigos recomendados

Tal acontecimento é mundial, tendo em vista que o petróleo tem cotação internacional. Previamente, o maior exportador de petróleo, a Arábia Saudita tinha em mente o aumento da extração de petróleo diário em 13 milhões de barris até o ano de 2027, porém com as novas declarações do príncipe saudita jogou essa estimativa por terra.

O príncipe aproveitou ainda para fazer uma crítica acerca das energias renováveis, que vêm ganhando espaço rapidamente na Europa. Para o monarca, investimentos nesse setor vão gerar impactos sociais e econômicos.

Preço da gasolina pode abaixar a médio prazo  

Em alguns países a produção de petróleo pode ter um aumento. Tendo o Canadá e os E.U.A como exemplos, que já fizeram um anúncio de investimento na expansão de extração de petróleo. Em contrapartida, a previsão é de que a oferta da matéria-prima só volte a atender à demanda a partir de 2023.

Segundo a Agência Internacional de Energia – IEA, medidas econômicas secundárias podem também interferir nessa previsão, porém de maneira positiva, nos preços do diesel e da gasolina no decorrer dos meses seguintes. Como, por exemplo, o reestabelecimento da economia na China e a maior oferta de fontes renováveis no continente Europeu.  

Arábia Saudita atinge meta como maior exportador de petróleo  

Nesse ano, a Arábia Saudita se manteve no ranking como maior exportador de petróleo mundial, as exportações em fevereiro tiveram uma elevação de 7,307 milhões de barris por dia, um recorde mais alto desde abril de 2020.

A alta exportação de petróleo atingiu a marca dos 4,4% no mês de fevereiro, um mês antes, havia atingido a cada dos 7 milhões de barris por dia. A produção mensal do maior exportador de petróleo do mundo atingiu sua marca mais alta em quase dois anos, a 10,225 milhões de bpd, ante 10,145 milhões de bpd em janeiro.

A produção das refinarias de petróleo da Arábia Saudita tiveram uma recaída em 0,271 milhão de bpd, para 2,506 milhões de bpd em fevereiro, enquanto a queima direta de petróleo teve um recuo de 111.000 bpd para 291.000 bpd.

No ranking mundial de produção de petróleo o país Saudita lidera, arrecadando cerca de US$ 400 bilhões. Em relação ao ano passado, esse valor representa um aumento de quase US$ 250 bilhões.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes