Início Após entrada da norte-americana Augment Infrastructure como acionista, Órigo Energia planeja investimento de R$ 4 bilhões em geração compartilhada de energia solar

Após entrada da norte-americana Augment Infrastructure como acionista, Órigo Energia planeja investimento de R$ 4 bilhões em geração compartilhada de energia solar

2 de agosto de 2022 às 16:31
Compartilhe
Siga-nos no Google News
A Órigo Energia pretende aproveitar a entrada da Augment Infrastructure como uma de suas principais acionistas e fará um investimento de R$ 4 bilhões em geração compartilhada de energia solar para atender a mais de 500 clientes no Brasil.
Foto: Pixabay

A Órigo Energia pretende aproveitar a entrada da Augment Infrastructure como uma de suas principais acionistas e fará um investimento de R$ 4 bilhões em geração compartilhada de energia solar para atender a mais de 500 clientes no Brasil.

Para esta terça-feira, (02/08), a companhia brasileira Órigo Energia está com ótimas projeções quanto ao futuro empresarial, uma vez que a empresa do ramo das renováveis Augment Infrastructure entrou como uma das principais acionistas da Órigo e possibilitará um crescimento no mercado energético. Assim, a empresa agora planeja um investimento de R$ 4 bilhões na geração compartilhada de energia solar durante os próximos 2 anos no Brasil.

Órigo Energia pretende realizar investimento de R$ 4 bilhões no mercado de geração compartilhada de energia solar no Brasil até o ano de 2024

A companhia Órigo anunciou recentemente a entrada da gestora de fundos focada em energia renovável e sustentável, Augment Infrastructure, como uma das suas mais novas acionistas, e divulgou os planos de crescimento empresarial no mercado brasileiro.

Artigos recomendados

A Augment Infrastructure realizou um aporte de R$ 460 milhões na empresa de energia e se tornou uma das acionistas com maior participação na companhia, assim como a TPG ART, a MOV Investimentos e a Mitsui, as quais compõem o grupo de participação da Órigo. 

“Estamos muito animados em ter a Augment entre os investidores. Este movimento fortalecerá o pioneirismo da Órigo no setor de energia renovável por assinatura no Brasil. A Augment tem décadas de experiência nos investimentos de energias renováveis e a experiência de seus executivos certamente irá contribuir para o crescimento exponencial da Órigo”, comentou o presidente do Conselho da Órigo e sócio da Circularis Partners / TPG ART, Roel Collier, quanto à entrada da Augment Infrastructure na lista de principais acionistas da companhia Órigo. 

Além de conseguir ainda mais aportes para crescer no mercado energético nacional, a Órigo está planejando realizar um investimento bilionário na geração compartilhada de energia solar no Brasil, com um capital em torno de R$ 4 bilhões até o ano de 2024.

Dessa forma, a empresa terá uma potência instalada de 1 GWp (gigawatt pico) em suas fazendas solares para atender a mais de 500 mil clientes das regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste do país, garantindo assim um crescimento ainda maior no ramo de geração compartilhada da energia solar no território nacional. 

Companhia de energia já atende a mais de 50 mil clientes e investimento bilionário expandirá presença da empresa na geração compartilhada de energia solar no território nacional 

A entrada da Augment Infrastructure na Órigo Energia com o aporte de mais de R$ 460 milhões para se tornar uma das principais acionistas promoverá uma verdadeira abertura de portas no mercado energético brasileiro para a empresa.

Isso, pois a companhia terá a possibilidade agora de seguir investindo em tecnologia e expandir o serviço para novas geografias, ampliando e democratizando o acesso a um maior número de consumidores à energia solar, garantindo assim um olhar ainda mais voltado para as renováveis. 

O CEO da Órigo Energia, Surya Mendonça, ainda destacou que o investimento bilionário na geração compartilhada de energia solar também contribuirá para a agenda ambiental, uma vez que as energias renováveis são o principal foco da transição energética brasileira.

Além disso, a companhia também terá a possibilidade de expandir o seu portfólio de negócios no país, que atualmente atende a mais de 50 mil clientes, com uma potência instalada de mais de 150 MWp operacionais a partir das suas fazendas solares em Minas Gerais, Pernambuco e São Paulo.

Até o fim do ano de 2022, a Órigo pretende alcançar a capacidade instalada de mais de 250 MWp e continuar investindo na produção de energia solar no país, com foco na geração compartilhada, que é a maior aposta do setor energético nacional para os próximos anos.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes