Após comprar unidade da Shell no RJ e ver ações evaporar, Raízen aprova construção de usinas em SP e será o único produtor mundial a operar quatro plantas de etanol celulósico em escala industrial

Flavia Marinho
por
-
12-05-2022 13:32:43
em Usina e Agronegócio
etanol - preço - Shell - Raízen - usina - vagas - sp - rj - lubrificantes Raízen compra unidade da Shell e vai construir 2 usinas de etanol em SP – Imagem Raízen




Ações da Raízen evaporam após a líder global em produção de etanol, comprar plantas de lubrificantes da Shell, no Rio de Janeiro

A gigante petroleira Shell Brasil, informou no dia 2 de maio, que concluiu a venda da sua divisão de lubrificantes no Brasil à maior produtora global de etanol, líder na produção de cana de açúcar, etanol e bioenergia no Brasil.Raízen, que viu suas acoes evaporarem na bolsa!

A negociação da Raízen, joint venture entre Cosan e Shell que atua como agente exclusivo de venda de lubrificantes da Shell no país, veio após vencimento de um contrato de 10 anos entre as empresas.

Artigos recomendados

Segundo o comunicado da Shell, a partir de 1º de maio de 2022, a planta de lubrificantes na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, a base de óleos em Campos Elíseos, em Duque de Caxias (RJ), a divisão de lubrificantes para navios Shell Marine e os negócios de oferta e distribuição de lubrificantes no país passaram para a Raízen.

A parceria de longa data entre a Shell e a Raízen inclui os portfólios de varejo, aviação e distribuição de combustíveis. A integração da divisão de lubrificantes à joint venture gerará sinergias entre as duas companhias e garantirá uma oferta de lubrificantes e combustíveis com mais oportunidades de descarbonização.

“Com uma capacidade de produção anual de 280 mil m³ de lubrificantes, a unidade da Ilha do Governador é estrategicamente localizada, possuindo um píer exclusivo para importação e exportação. A linha de lubrificantes possui soluções inovadoras para veículos leves e pesados, caminhões e motocicletas, operando com as marcas Shell Helix, Shell Rimula e Shell Advance, além de uma linha completa de produtos para o atendimento dos diversos segmentos industriais”, diz a petroleira no comunicado.

Após a conclusão da transação, a marca Shell seguirá em destaque, por meio do acordo de licenciamento com a Raízen. Os clientes seguirão tendo acesso aos produtos e serviços da marca Shell.

Raízen aprova construção de duas usinas de Etanol em SP

A Raízen aprovou a construção da 3ª e 4ª Plantas de Etanol de Segunda Geração (E2G) nos Parques de Bioenergia da Barra e Univalem, ambas no estado de São Paulo.

O comunicado foi feito pela companhia ontem (11/05). Segundo a gigante do etanol, o investimento na construção das usinas será de R$ 2 bilhões, adicionando uma capacidade de 164 mil m³ de biocombustível por ano.

As usinas adicionarão capacidade de 164 mil metros cúbicos de biocombustível por ano e devem entrar em operação em 2024.

De acordo com a companhia, o investimento esperado já considera o cenário atual de inflação e câmbio para o suprimento e fornecimento de máquinas, equipamentos e mão de obra..

Com as novas usinas, a Raízen será o único produtor mundial a operar quatro plantas de etanol celulósico em escala industrial com uma capacidade instalada total de 280 mil metros cúbicos por ano, dos quais 80% do volume foram comercializado em contratos de longo prazo, acrescentou a empresa. 

Lucro líquido recorde de R$ 1,21 bilhão

A Raízen teve lucro líquido ajustado recorde de R$ 1,21 bilhão no terceiro trimestre do ano-safra 2021-2022, correspondente ao quarto trimestre de 2021. O resultado, em base pró-forma, superou com folga os R$ 384 milhões registrados pela companhia em igual período de 2020. Já o lucro líquido contábil atingiu R$ 1,4 bilhão.

A receita operacional líquida atingiu R$ 55,3 bilhões no trimestre, crescimento de quase 50% no comparativo anual, e R$ 142,7 bilhões nos primeiros nove meses do ano-safra, representando um salto de quase 60%.

Ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado totalizou recorde de R$ 3,36 bilhões, alta de 5,6% ano a ano. No acumulado dos nove meses do ano-safra, o resultado teve avanço de 39,4% no comparativo anual e encerrou em R$ 8,92 bilhões.

A Raízen, joint venture entre Shell e Cosan, é uma companhia integrada de energia, líder na produção de cana de açúcar, etanol e bioenergia no Brasil. A Raízen tem 35 unidades de produção de açúcar, etanol e bioenergia, 1,3 milhão de hectares de terra agrícola cultivada, uma rede de mais de 7,3 mil postos com a bandeira Shell, 1,3 mil lojas de conveniência Select e mais de 4 mil clientes comerciais no Brasil, Argentina e Paraguai.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.