A partir de hoje, preço da gasolina sofrerá outro aumento nas refinarias da Petrobras. Reajuste é o 9º somente neste ano

Roberta Souza
por
-
12-08-2021 13:47:21
em Petróleo, Óleo e Gás
Petrobras – refinarias – gasolina Posto de combustíveis/ Fonte: G1-Globo

A Petrobras subirá o preço da gasolina em 3,3% a partir desta quinta-feira (12). O reajuste médio é de R$ 0,09 por litro, elevando o preço de venda em suas refinarias a R$ 2,78 por litro

A Petrobras anunciou na quarta-feira (11/08), o reajuste do preço da gasolina, que passará a valer a partir desta quinta (12/08). Segundo a estatal, o combustível vai subir de R$ 2,69 para R$ 2,78 nas refinarias, refletindo reajuste médio de R$ 0,09 ou 3,34% por litro. Ao longo deste ano, a gasolina acumula avanço de 51%. De janeiro até este mês de agosto, o combustível já sofreu aumento oito vezes. Veja ainda esta notícia: Petrobras diz que novos concorrentes nas refinarias de petróleo podem ajudar na redução do valor aos consumidores

Em comunicado a estatal explica sobre o aumento no preço da gasolina

“A partir de amanhã, acompanhando a elevação nos patamares internacionais de preços, e de forma a garantir que o mercado siga sendo suprido sem riscos de desabastecimento, o preço médio de venda de gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará a ser de R$ 2,78 por litro, refletindo reajuste médio de R$ 0,09 por litro”, destacou a estatal, em nota.

A Petrobras ainda diz que a contribuição do preço da Petrobras para o preço na bomba passará a ser de R$ 2,03 por litro em média, referente à mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro. Até chegar ao consumidor são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de etanol anidro, além dos custos e margens das companhias distribuidoras e dos revendedores, concluiu a empresa.

Consecutivos reajustes nos preços da gasolina

Recentemente, ficou pronto o levantamento do preço de combustível da ValeCard, referente ao mês de junho, que registrou alta da gasolina de 1,41%, com o litro vendido a R$ 5,915 em média. No acumulado do primeiro semestre, o aumento é de 25,48% no Brasil. Apenas em Mato Grosso compensa substituir por etanol.

Preços da gasolina, diesel e do gás de cozinha nas alturas não impediram a Petrobras de aumentar ainda mais os combustíveis no dia 06 de julho, que iniciou com um soco no bolso dos caminhoneiros e milhões de brasileiros que padecem em consequência dos aumentos desproporcionais em relação à renda atual. O novo aumento que passou a valer a partir de ontem pegou de surpresa a direção do Conselho Nacional do Transporte de Cargas – CNTRC, haja visto que houve uma reunião “positiva” da entidade realizada há apenas uma semana com o presidente da Petrobras.

Confira ainda esta notícia: Refinarias da Petrobras que não serão vendidas receberão investimentos de US$ 300 milhões até em 2025

A Petrobras anunciou que pretende investir cerca de US$ 300 milhões nas refinarias que não estão nos planos de desinvestimentos. O anúncio da estatal aponta que os aportes tem como principal objetivo aumentar a eficiência e desempenho dos ativos. As refinarias da Petrobras, que irão receber os investimentos são, Presidente Bernardes, Duque de Caxias, Capuava, Paulínia e Henrique Lage, todas elas distribuídas nos estados de São Paulo e no Rio de Janeiro.

A Petrobras anunciou um programa denominado de RefTOP – Refino de Classe Mundial, que tem como objetivo estar entre as melhores refinarias de petróleo no mundo. Tal programa faz parte do Plano Estratégico 2021-2025 da Petrobras, com aporte de US$ 3,7 bilhões, dos quais US$ 300 milhões serão destinados às refinarias. O programa RefTOP ainda visa posicionar a Petrobras de forma mais competitiva na abertura do mercado das refinarias de petróleo no Brasil. A estatal disse, ainda, que avaliou referências mundiais dos principais indicadores de refino para definir os objetivos do programa.

No comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Petrobras disse que o programa prevê iniciativas para o incremento do desempenho energético das refinarias, aproveitando melhor os insumos, como gás natural, energia elétrica e vapor nas próprias operações. O RefTOP irá promover o uso intensivo de tecnologias digitais, automação e robotização nas refinarias da Petrobras.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe