A Braskem, empresa brasileira petroquímica, vende 367,5 toneladas de resinas e bate recordes

Braskem, petroquímica, resinas Empresa Braskem

A petroquímica Braskem, bateu novo recorde de vendas de resinas no mercado brasileiro em setembro

A Braskem, empresa brasileira petroquímica, bateu novo recorde de vendas de resinas no mercado brasileiro no mês de setembro, superando o recorde histórico no mês de agosto. As 367,5 toneladas adquiridas pelos clientes no mês passado fortaleceram o processo de recuperação das vendas de resinas, logo após o baque nos meses de abril e maio, causado pandemia Covid-19. No mês de agosto, a petroquímica já havia vendido 355 mil toneladas, considerado recorde.

Confira também:

Edison Terra, vice-presidente de Olefinas e Poliolefinas da Braskem na América do Sul, disse que “O mercado vem registrando altas seguidas de demanda por resinas e a Braskem está trabalhando para atender seus clientes”. Durante a pandemia, a Braskem foi forçada a reduzir a taxa de utilização de sua planta petroquímica para 65%, que foi restaurada ao uso normal nos últimos meses.

O destaque fica por conta das vendas de polietileno, que passaram de 173 mil toneladas em agosto para 188 mil toneladas em setembro. As vendas de polietileno de fonte renovável, PE Verde, ultrapassaram 17 mil toneladas pela primeira vez neste mês. O PE verde é o plástico produzido a partir da cana-de-açúcar – matéria-prima renovável, enquanto o polietileno tradicional utiliza matéria-prima proveniente de matérias-primas fósseis – como petróleo e gás natural.

Segundo Edison Terra, “O PE Verde é fruto da combinação de inovação, tecnologia e sustentabilidade. Foram anos dedicados à pesquisa e ao desenvolvimento e temos orgulho de a Braskem ser hoje líder mundial no mercado de biopolímeros. O crescimento de seu uso tem sido paulatino e vemos esse resultado com otimismo”.

Nos Estados Unidos, a forte demanda também trouxe de volta ao normal a utilização da planta industrial da região. Em setembro, a empresa vendeu mais de 140 mil toneladas de polipropileno no mercado norte-americano.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe