Usinas nucleares Angra 1 e 2 e hidrelétrica Itaipu terão tarifas reduzidas e conta de luz dos brasileiros ficará mais barata em 2021

Flavia Marinho
por
-
16-12-2020 15:20:44
em Economia, Negócios e Política
conta de luz - usinas

Conta de luz dos brasileiros ficará mais barata a partir do ano que vem! Aneel aprova redução das tarifas de energia de Itaipu e Angra 1 e 2.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deu uma boa notícia para o bolso dos brasileiros! Ontem (15/1) a Agência aprovou a redução de tarifa nas usinas de Itaipu, além das Centrais Nucleares Angra 1 e 2. As medidas entrarão em vigor no ano que vem, de forma a impactar positivamente na conta de luz dos brasileiros. Procurando emprego? Taesa, a maior empresa privada de energia elétrica do Brasil, convoca para vagas de emprego no RJ, RS, PE, MT, MG e PI

Leia também

Foi aprovada uma redução de 1,18% na tarifa de repasse da energia produzida pela usina hidrelétrica de Itaipu em 2021. O valor passará de US$ 28,41 por kW/mês (quilowatt-mês), em 2020, para US$ 28,07 por kW/mês em 2021.

O valor se refere a quantia paga pelas distribuidoras do Sul, Sudeste e Centro-Oeste que compram energia de Itaipu. A redução tem impacto na conta de luz dos brasileiros, já que essa aquisição de energia é incluída no cálculo da tarifa doméstica. O efeito nas faturas, no entanto, também depende da variação do dólar.

Também foi aprovada pela Aneel uma redução de 8,1% nas tarifas da energia produzida pelas usinas nucleares de Angra 1 e 2 em 2021. A nova tarifa de R$ 249,64 por megawatt-hora (MWh) leva em consideração a receita fixa aprovada para as usinas para o ano de 2021: R$ 3,424 bilhões.

O pagamento da energia elétrica de Angra 1 e 2, pertencentes à Eletronuclear, é dividido entre as distribuidoras do Sistema Interligado Nacional (SIN).
Contas de dezembro estão sob a vigência das bandeiras tarifárias.

A receita vem da tarifa homologada pela Aneel. Da mesma forma, os valores entrarão em vigor a partir do dia 1 de janeiro de 2021.

Sobre as tarifas reajustadas nas usinas nucleares de Angra 1 e 2 e a hidrelétrica Itaipu

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.