Início Usina de pelotização da Vale em São Luís fecha parceria com a Gasmar para implantação de rede de distribuição de gás natural inédita no estado do Maranhão

Usina de pelotização da Vale em São Luís fecha parceria com a Gasmar para implantação de rede de distribuição de gás natural inédita no estado do Maranhão

4 de julho de 2022 às 10:37
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Usina de pelotização da Vale em São Luís fecha parceria com Gasmar para implantação de uma rede de distribuição de gás natural inédita no estado do Maranhão
Usina de Pelotização de São Luís. (Foto: Arquivo Vale)

A Vale fechou uma nova parceria com a Gasmar para o fornecimento de gás natural para sua usina de pelotização em São Luís, no Maranhão. Será instalada uma rede de distribuição de gás inédita no estado.

Para viabilizar o uso de gás natural, até 2024,  na Usina de Pelotização em São Luís, no Maranhão, a Vale fechou um contrato com a Companhia Maranhense de Gás (Gasmar) e Eneva. O objetivo da assinatura é substituir o uso de óleo combustível utilizado na planta industrial por uma fonte de energia mais renovável, avançando na agenda de redução de emissão de dióxido de carbono da empresa. O produto gerado na usina de pelotização serve de matéria-prima para a produção do aço.

Rede de distribuição de gás natural será instalada no Maranhão

A partir do contrato fechado com a Vale, a Gasmar começará a instalação de uma rede de distribuição de gás natural inédita no estado do Maranhão, interligando o Porto do Itaqui à área da empresa, na região Itaqui-Bacanga.

Artigos recomendados

A nova rede instalada pela Gasmar para a usina de pelotização também pode desenvolver as condições para o uso do gás natural para outras usinas e setores no Maranhão. A Eneva, empresa de energia, será a fornecedora do combustível que será utilizado pela unidade da Vale.

De acordo com o vice-presidente executivo de Soluções Globais de Negócios da Vale, Alexandre Pereira, este contrato com a Gasmar é um marco essencial para a Vale. Ele representa mais um grande passo na transição da matriz energética de suas usinas de pelotização dando consistência à agenda de carbono zero e tornando viável uma rede de distribuição inédita de gás natural no Maranhão, que, além de atender à Vale, poderá também se estender para outras indústrias do estado.

Contrato trará mais economia para a Vale

Segundo Pereira, a relevância deste processo se dá, principalmente, pela contribuição para o desenvolvimento do Maranhão e suas comunidades. Essas frentes estão totalmente alinhadas ao propósito da Vale de melhorar a vida e transformar o futuro.

O novo contrato com a Gasmar para a usina de pelotização representará, adicionalmente, uma redução de custos com combustíveis, considerando que o gás natural é mais barato que o óleo combustível.

Outro aspecto relevante é que a recente regulamentação implementada pela lei do gás, como parte do movimento de desverticalização do setor, torna possível que essa contratação seja feita no âmbito do Mercado Livre. Esta ação, desta forma, sinaliza aderência ao movimento brasileiro de abertura do mercado de gás natural, que preconiza um ambiente mais dinâmico e competitivo.

Programa Partilhar da Vale

A contratação do gás natural também gera um viés social essencial para o Maranhão. Isto porque ele faz parte do Programa Partilhar da Vale, que prevê investimentos sociais por parte da cadeia de distribuidores, desenvolvendo uma rede integrada de compromisso com desenvolvimento socioeconômico sustentável da região.

A iniciativa está alinhada ao compromisso da Vale com a Agenda 2030, voltada às comunidades e a promoção do progresso social nos locais onde atua. Com a conversão da matriz energética da Usina de Pelotização de São Luís, no Maranhão, prevista para acontecer em 2024, todas as usinas pelotizadoras da Vale utilizarão gás natural em substituição ao óleo combustível como fonte de energia.

Além de São Luís, a empresa opera usinas de pelotização em Minas Gerais, Espírito Santo e Sohar. O gás natural é um combustível mais sustentável se comparado com outras fontes, como o óleo combustível. Possui menos contaminantes e gera uma combustão mais limpa, com menor quantidade de emissões de Gás do Efeito Estufa.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes