Início Urgente! Acidente com gás tóxico deixa centenas de feridos e mortos no porto Aqaba: veja vídeo que mostra explosão com nuvem fatal de 25 toneladas de cloro gasoso após a queda de contêiner carregado

Urgente! Acidente com gás tóxico deixa centenas de feridos e mortos no porto Aqaba: veja vídeo que mostra explosão com nuvem fatal de 25 toneladas de cloro gasoso após a queda de contêiner carregado

29 de junho de 2022 às 10:34
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Acidente com clpro em contêiner em Aqaba deixa ao menos 13 mortos - Fonte: NDTV
Acidente com clpro em contêiner em Aqaba deixa ao menos 13 mortos – Fonte: NDTV

Na terça-feira, 28 de junho, um dia depois do acidente, mais de 100 pessoas continuavam internadas em Aqaba após terem inalado cloro em gás

Na última segunda-feira, 27 de junho, ao menos 13 pessoas morreram e mais de 250 ficaram feridas após o vazamento de cloro em gás em um navio na Jordânia, no porto de Aqaba. A área foi isolada e os feridos foram encaminhados na mesma hora para hospitais próximos da região. A defesa civil foi até o local como tentativa de conter o vazamento, que aconteceu após a queda de um contêiner carregado dentro de um dos navios. 

Nos vídeos divulgados nas redes sociais e obtidos por intermédio das câmaras locais, o gás tinha coloração amarelada e se espalhou rapidamente pelo porto. As pessoas que estavam no local tentaram sair junto dos veículo mas, apesar da agilidade, não tiveram sucesso. Não houve explosão do navio, apenas do contêiner. 

Artigos recomendados

Veja vídeo que mostra o vazamento de gás 

Reprodução do material pelo UOL.

Uma corda de ferro que transportava o contêiner quebrou e ocasionou o vazamento de cloro em gás instantaneamente

O contêiner caiu após uma das cordas de ferro que estavam sendo utilizadas para o seu transporte se quebrar. O gás transportado pelo sistema de logística dos navios era o cloro. Os estivadores são vistos, nas imagens das câmeras, tentando escapar da fumaça que, quando está disposta em abundância, pode ocasionar em problemas pulmonares. 

“Exatamente às 15h15 desta tarde, ocorreu um vazamento de gás cloro no porto de Aqaba como resultado da queda e explosão de um tanque contendo esta substância”, disse a célula de crise do governo em comunicado, segundo a AFP.

Mais da metade das pessoas que foram aos hospitais continuavam internadas na última terça-feira, 28 de junho

Mais da metade das pessoas que foram encaminhadas ao hospital depois de serem expostas ao gás do cloro continuavam internadas na última terça-feira, 28 de junho. De acordo com o primeiro-ministro Bisher al-Khasawneh, alguns cidadãos foram classificados como em estado crítico e disse que ficariam internados por mais alguns dias. 

Depois que houve o incidente, as autoridades solicitaram que os moradores da cidade de Aqaba, a cerca de 16 km de onde aconteceu a explosão no porto, ficassem sempre com as janelas e portas fechadas. A defesa civil também enviou profissionais para as regiões mais próximas do incidente para se certificar de que elas não foram contaminadas. Todos os moradores deverão permanecer em casa por alguns dias por intermédio do trabalho em home office.

Agora, o ministro do Interior, Mazen Faraya, está sendo o responsável por realizar a investigação sobre o incidente. Em entrevista para o portal AL Mamlaka, o vice-diretor do porto de Aqaba afirmou que uma corda de ferro estava sendo responsável pelo transporte do contêiner, mas ela não resistiu ao peso. O cloro em gás seria exportado para Djibuti e pesava de 25 a 30 toneladas. 

Cloro gasoso

O cloro é um gás amarelo-esverdeado quando está exposto a temperatura e pressão ambientes. É exportado em escala mundial, de modo a produzir produtos de utilidade doméstica e industrial. Quando o componente gasoso é inalado pelo corpo humano, os átomos Cl reagem com as moléculas de água formando o ácido clorídrico, sendo altamente tóxico para o corpo, fazendo com que os fluidos fiquem acumulados nos pulmões, ocasionando em edema pulmonar. 

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes