Transportadora investe R$ 100 milhões e compra 124 caminhões a gás da Scania

Roberta Souza
por
-
06-09-2021 18:07:30
em Logística e Transporte
Scania – caminhões – gás Caminhões da Transportadora Reiter Log/ Fonte: Blog Caminhões e Carretas

Com a aquisição dos novos veículos da Scania, a transportadora Reiter Log passa a ter uma das maiores frotas de caminhões a gás do Brasil

A transportadora Reiter Log comprou 124 caminhões da Scania movidos a gás. Segundo a fabricante de origem sueca, a transportadora de Nova Santa Rita, no estado do Rio Grande do Sul, está investindo mais de R$ 100 milhões. Assim, a empresa visa atender as metas de clientes em políticas de ESG. Ou seja, de governança Ambiental, Social e Corporativa, o que inclui a redução das emissões de poluentes. Confira ainda esta notícia: Maior produtora de aço do Brasil, a Gerdau recebeu um caminhão movido à gás da Scania, para atuar nas operações de mineração, em Minas Gerais

As entregas dos caminhões da Scania para a transportadora

De acordo com a Scania, os 124 caminhões são cavalos-mecânicos R 410. Conforme o cronograma previsto, as primeiras entregas ocorrerão no último trimestre de 2021. Portanto, todos os modelos entrarão em operação ao longo de 2022. Segundo o diretor de vendas de soluções da Scania no Brasil, Silvio Munhoz, trata-se de um operador logístico “muito”. “E que vem se unindo aos embarcadores na busca por um setor mais sustentável. Um compromisso sério que passa a pautar todas as ações da empresa”, afirma.

Segundo a Reiter Log, com a aquisição dos novos caminhões movidos a gás da Scania, tais ações são voltadas ao uso de energia alternativa começaram em 2014. Com isso, o investimento vai além da compra de caminhões a gás. Ou seja, entre as medidas está a compra de implementos rodoviários maiores. Dessa forma, amplia a carga transportada pelas carretas. “Firmamos um compromisso de oferecer um novo jeito de transportar”, diz o CEO da Reiter Log, Vinícius Reiter Pilz. De acordo com ele, entre os objetivos está a redução dos impactos do setor no meio ambiente.

A transportadora ainda planeja produzir o próprio gás

Além disso, a companhia estuda produzir o combustível para os novos caminhões adquiridos da Scania. “Neste sentido, fechamos um acordo com a GEO Energética”, diz o executivo. A GEO Energética é uma das principais desenvolvedoras de soluções para a produção do biometano do País. Ou seja, feito a partir de rejeitos orgânicos do setor agropecuário.

Segundo o o CEO da empresa, Alessandro Gardemann, o produto pode substituir o gás natural gerado por fontes fósseis. “Assim, entregamos uma solução limpa para o transporte”, diz. Os novos caminhões vão circular nas regiões Sudeste e Sul e deverão rodar cerca de 10 mil km por mês.

Leia ainda esta matéria: Scania vende caminhões movidos a gás para a TransMaroni, que possui a maior frota deste modelo, alternativo ao diesel

A Scania acaba de anunciar a venda de 39 caminhões a gás para a TransMaroni. A TransMaroni chega a 50 caminhões movidos a gás (natural e/ou biometano) da Scania e entra para a história do transporte nacional com a maior frota já adquirida desta solução alternativa ao diesel. Com o negócio, a Scania chega a marca de 150 caminhões a gás vendidos no Brasil.

A transportadora inicia um novo posicionamento, que traz a sustentabilidade como prioridade, concluindo um ciclo de investimento na ordem de R$ 50 milhões em várias ações neste campo e não apenas relativo a esta compra. A Scania, que lidera a transição para um sistema de transporte mais sustentável, atinge a marca de 150 caminhões com esta tecnologia desde o início das vendas, em outubro de 2019. A TransMaroni adquiriu as primeiras 11 unidades da Scania em outubro de 2020. Com o desempenho do produto e a visibilidade gerada por novos negócios, a empresa resolveu comprar outros lotes menores, somando mais 39 unidades encomendadas. No total, a empresa chegou ao histórico volume de 50 caminhões a gás.

A maior parte dos caminhões a gás, que a transportadora comprou da Scania, já havia entrado na programação de produção de 2021 e as unidades mais recentes estão tendo o prazo de entrega negociado. Os caminhões da marca Scania serão usados nos segmentos alimentício, varejo, higiene e limpeza, cosméticos e e-commerce em diversos estados brasileiros.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe