Início Termoelétrica Porto do Açú: Maior parte da mão de obra pode vir de fora

Termoelétrica Porto do Açú: Maior parte da mão de obra pode vir de fora

19 de março de 2018 às 11:58
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Termoelétrica Porto do Açú: Maior parte da mão de obra pode vir de fora

 Andrade Gutierrez poderá aproveitar trabalhadores de outros estados que estão com obras perto do fim para a construção da Termoelétrica no Porto do Açú.

O Porto do Açú e sua eterna polêmica no que diz respeito as obras da Termoelétrica no empreendimento que serão executados pela empresa de construção Andrade Gutierrez. Como já não fosse suficiente a falta de informação sobre o inicio das obras, algumas pessoas estão nos mandando mensagens inbox relatando que a maior parte da mão de obra para a construção poderá vir de fora dos municípios do entorno do empreendimento, assustador, mas vejam alguns fatos.

Como todos sabem, o Açú é localizado no município de São João da Barra, no estado do Rio de Janeiro, que é uns dos estados que mais vem sofrendo com a recessão econômica. Naturalmente uma obra deste porte traria algum folego momentâneo para a cidade e trabalhadores que mora em municípios do entorno. Muitas expectativa foi criada, muitas divulgações a cerca deste empreendimento foi divulgado na internet e nos veículos de comunicações oficiais.

Acontece que alguns de nossos seguidores( alguns com cargos altos e posições privilegiadas em algumas empresas) nos disseram que como a Andrade Gutierrez já está com algumas obras em faze final em outros estados, seria melhor levar estes trabalhadores para o Rio de Janeiro, eliminando custos de contratações e encargos sociais. Ficamos sabendo também que alguns “representantes da empresa” estavam em São João da Barra buscando alojamentos para alugar, afim de acomodar trabalhadores.

Lembrando que estas informações são de várias fontes diferentes, mas não de fontes oficiais da Andrade, nossa equipe entrou e contato com ela e estamos esperando um retorno a respeito destas informações e retificaremos esta matéria dependendo da resposta. Não queremos o mal de ninguém, mas o cidadão carioca está sofrendo tanto com o desemprego como qualquer outro, esperamos que a prioridade sejam para as pessoas do entorno do empreendimento.


Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.


Facebook
Facebook

Twitter
Twitter

LinkedIn
LinkedIn

YouTube
YouTube

Instagram
Instagram

Telegram
Telegram

Google News
Google News

Relacionados
Mais recentes