Subsidiária da Petrobras entra em concorrência para logística do pré-sal

Petrobras

Serviços de transporte de cargas e pessoas para até oito plataformas entre 2021 e 2026, são alvo de concorrência da Petrobras

A PB-Log (Petrobras Logística de Exploração e Produção) enviou nesta terça-feira (10/09) resposta a uma RFI da Petrobras referente a serviços de suprimento de cargas e transporte de pessoas durante as campanhas de perfuração e produção de suas sondas e plataformas que estão operando na Bacia de Santos.
A licitação visa atender a demanda futura nas atividades offshore e a previsão da ANP que prevê que serão perfurados 1,2 mil poços de petróleo até 2023.

A previsão é que o contrato se inicie no terceiro trimestre de 2021 e vá até o segundo trimestre de 2026. O contrato envolverá atividades de gestão de estoques, operações portuárias, transporte de cargas gerais (modal terrestre, marítimo e, eventualmente, aéreo), planejamento integrado de operações, fornecimento de combustível a embarcações e aeronaves, transporte de fluidos e granéis sólidos e aquisição e fornecimento de água potável para plataformas.

Segundo a previsão da Petrobras os serviços da empresa contratada atenderão a entre duas e quatro sondas até o segundo trimestre de 2024 e de um a quatro FPSOs a partir do quatro trimestre de 2022.

Atualmente as operações de logística da estatal na Bacia de Santos são feitas pela Triunfo Logística e o contrato tem previsão de término para 2020.

A empresa

A PB-Log é uma sociedade anônima de capital fechado, com sede no Rio de Janeiro e foi fundada em 21 de novembro de 2000, mas só mudou de nome para PB-Log a partir de 2012, depois de uma reforma integral do estatuto social da empresa, que tinha por objetivo permitir a prestação de serviços logísticos para operações de exploração e de produção de petróleo e gás no Brasil.

Entre os serviços estavam o transporte multimodal de cargas, contratando também com terceiros os serviços de transporte, movimentação e armazenamento de cargas e as operações portuária e aeroportuária, bem como o fornecimento de bens relacionados à atividade de exploração e produção, além de serviços de navegação de apoio marítimo e ainda outras duas áreas de atuação: Construção, manutenção de poços e avaliação de formações e engenharia submarina.

Leia também ! Weatherford e Petrobras fecham o maior contrato de todos os tempos para serviços de pescaria e intervenção !

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Click Petróleo e Gás.

Renato Oliveira

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)