Porsche inicia obras da primeira fábrica de gasolina sintética do mundo para garantir o futuro dos carros a combustão

Valdemar Medeiros
por
-
13-09-2021 17:44:48
em Petróleo, Óleo e Gás
Porsche - gasolina - gasolina sintética - carros - carros a combustão - fábrica Gasolina sintética da Posrsche – reditos: Ilustração – CPG

Mesmo com a alta crescente dos carros elétricos, a Porsche também mantém seu foco no futuro dos carros a combustão. A futura fábrica de gasolina sintética garantirá que nenhum carro a combustão passe ‘sufoco’ daqui há alguns anos, bem como o setor de aviação

Durante um evento que contou com a presença de empresas lideradas por Siemens e Porsche, foi anunciado que a construção da primeira fábrica de gasolina sintética do mundo foi iniciada na última sexta-feira (10). O ‘e-combustível’ será feito à base de água de gás carbônico, podendo ser usado por qualquer carro a combustão. Apesar de ser um processo “simples”, também é um processo caro, que não teria vantagem alguma, caso fosse feito em qualquer outro lugar que não fosse a Patagônia chilena, onde irá se consolidar a usina de Haru Oni. Essa grande vantagem se dá pois os fortes ventos entre a América do Sul e a Antártida são constantes, tanto em frequência, quanto em direção, ou seja, condições ideais para gerar eletricidade.

Leia também

Diretrizes do funcionamento da primeira fábrica de gasolina sintética do mundo

Briefing #32 – Combustível sintético da Porsche vai salvar os carros a combustão? – créditos: Exclusivotv/Youtube

A ambição do consórcio apoiado pelo governo chileno vai muito além de investir na geração de energia não-poluente. Eles planejam limpar a atmosfera, a partir da emissão dos gases durante o consumo da gasolina sintética, sabendo que ⅔ da água vira “hidrogênio verde” e o resto segue de volta para o meio ambiente, já como oxigênio puro.

Seguindo o processo, é acrescentado o carbono, num processo que consistirá na captura gás carbônico do ar, resultando na diminuição do efeito estufa. O grau de complexidade começará a aumentar, então a Porsche contará com a ajuda da ExxonMobil, uma grande companhia energética.  

Projeto da Porsche e outras empresas geram expectativas nos consumidores

A Porsche acredita que este é um grande projeto, com enormes probabilidades de dar certo, afinal é uma novidade bastante atrativa, que atiça a curiosidade de grandes investidores, pois não é todo dia que uma grande empresa anuncia que irá construir uma fábrica de gasolina sintética, pensando no futuro dos carros a combustão e na aviação, além de se preocupar com o meio ambiente.

Michael Steiner, membro do Conselho Executivo de Pesquisa e Desenvolvimento da Porsche disse que o e-combustível auxiliará na redução de cerca de 90% de emissões de gases tóxicos em motores de carros a combustão. Mesmo com toda essa ideia ilustrativa de preservação do meio ambiente, os carros a combustão abastecidos com gasolina sintética também irão poluir, porém em uma intensidade muito mais baixa do que atualmente.

É necessário que haja esse entendimento para que os amantes do automobilismo e demais consumidores compreendam que os carros a combustão ainda serão os menos ideais para locomoção, mesmo que o tanque esteja abastecido com gasolina sintética. Porém, o estimulo ao uso dessa gasolina será essencial para a diminuição da emissão de gases tóxicos. A poluição sempre irá existir, mas com o uso dessa gasolina, a poluição atmosférica irá diminuir absurdamente.

Gasolina sintética pode revolucionar o mercado de combustíveis

Observando a alta dos combustíveis e pensando no fim da dependência do petróleo no mercado internacional, cientistas trabalham na criação de uma gasolina sintética, chamada de efuel. O novo produto não é derivado do petróleo e possui água e dióxido de carbono como matéria-prima, prometendo salvar o mercado de combustíveis.

De acordo com o engenheiro Everton Lopes, os combustíveis semelhantes à gasolina sintética possuem a vantagem, assim como o etanol, de neutralizar o carbono que é gerado na sua queima, além de aproveitar a infraestrutura dos postos de reabastecimento. Podem ser extraídos na forma de diesel ou gasolina, portanto, não exigem alterações nos motores antigos que utilizavam a versão fóssil dos combustíveis.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe