Início Poço MA-34 da Trident Energy na Bacia de Campos tornou-se o melhor produtor de petróleo da companhia ao gerar mais de 4 mil barris de óleo por dia

Poço MA-34 da Trident Energy na Bacia de Campos tornou-se o melhor produtor de petróleo da companhia ao gerar mais de 4 mil barris de óleo por dia

30 de maio de 2022 às 11:36
Compartilhe
Siga-nos no Google News
O poço MA-34, na Bacia de Campos, foi conectado à plataforma P-08 e se mostrou um grande sucesso da Trident Energy ao atingir um alto índice de produção de barris de óleo e aumentar a quantidade de petróleo da companhia
Foto: Trident Energy

O poço MA-34, na Bacia de Campos, foi conectado à plataforma P-08 e se mostrou um grande sucesso da Trident Energy ao atingir um alto índice de produção de barris de óleo e aumentar a quantidade de petróleo da companhia

Na última sexta-feira, 27/05, a região de Pampo, na Bacia de Campos, se tornou um grande destaque no que diz respeito à produção de petróleo graças ao novo projeto finalizado pela Trident Energy. A empresa conseguiu, com sucesso, realizar a conexão do poço MA-34 à plataforma P-08 para aumentar a produção de barris de óleo e os resultados já são bem satisfatórios.

Testes feitos pela Trident Energy apontam que o poço MA-34 já é o melhor produtor de petróleo em todas as suas operações com barris de óleo

A empresa passou uma semana fazendo ramp-up e estabilização para obter os melhores resultados possíveis dos testes feitos no poço MA-34 e os números foram surpreendentes: por dia, o poço produziu cerca de 4.400 barris de óleo, tornando-se um grande produtor de petróleo em escala mundial e o principal de todas as operações da Trident Energy até então.

Artigos recomendados

No entanto, é importante ressaltar que existe também a expectativa de que esse índice de produtividade diminua conforme o poço MA-34 estiver passando por condições transitórias. Ainda assim, os números giram em torno de aproximadamente 2 mil barris de óleo por dia, o que ainda resulta em um bom índice de produtividade de petróleo, mostrando o potencial da Trident Energy.

Além disso, é importante lembrar que todos os ótimos resultados encontrados são fruto de muito estudo, já que foram feitos vários testes de pressão das linhas de fluxo, por exemplo, para garantir que a conexão do poço MA-34 à plataforma P-08 seria bem sucedida. Para reforçar ainda mais essa segurança, foi feito também a integração de um novo umbilical ao sistema de controle da plataforma.

Após enfrentar muitos desafios, a concretização do poço MA-34 é fruto do esforço de muitas mãos que trabalharam incessantemente

Os planos de aumentar a produção em Pampo, na Bacia de Campos, exigiu bastante esforço da equipe da Trident Energy. É o que fala o engenheiro de projeto sênior da empresa, Andrew simpson, ao comentar sobre o melhor produtor de petróleo das suas operações: “Mais de 11 empreiteiros e fornecedores foram reunidos para executar o projeto offshore e, graças ao seu trabalho duro e profissionalismo, o poço MA-34 agora excede as expectativas de produção”.

Encontrar um empreiteiro de instalação offshore foi uma das maiores dificuldades enfrentadas no projeto, o que atrasou consideravelmente o avanço do poço M4-34. É válido lembrar que o projeto começou a ser desenvolvido no final de 2020 e, além do problema citado anteriormente, teve também que buscar uma embarcação de instalação adequada por mais tempo do que o previsto, resultando, mais uma vez, em atraso. Por fim, graças a essa busca contínua, a própria Trident Energy acabou sendo a responsável por executar o projeto que conhecemos hoje.

É um feito marcante para uma empresa ainda tão nova no Brasil, já que a Trident Energy entrou no país também em 2020, no mesmo ano em que começaram as operações do poço MA-34, depois de adquirir os clusters Enchova e Pampo diretamente da Petrobrás. 

Com a finalização dessa etapa, a expectativa é que a empresa continue desenvolvendo novos projetos na região do Pampo, na Bacia de Campos, Rio de Janeiro, aumentando, assim, a produção de barris de óleo e petróleo em terras brasileiras, assim como o bem sucedido MA-34. Com a experiência adquirida com esse projeto, como a necessidade de executar por si própria o projeto, a Trident Energy está mais do que capacitada para partir para a próxima empreitada.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes