Petrobras tem prejuízo de R$ 150 milhões todos os anos com furto de combustível

 

R$ 150 milhões de prejuízo todos os anos. Este é o montante perdido pela Petrobras por causa da ação de grupos criminosos contra dutos de transporte de petróleo e derivados.

Bandidos descobriram que a venda irregular de combustíveis é um bom negócio, sobretudo em períodos em que os preços estão mais altos e a economia em recessão. Na maioria das vezes, o foco dos bandidos é o petróleo no estado bruto, mas há furtos também de derivados, como gasolina, óleo diesel e até nafta petroquímica, que, misturada a combustíveis automotivos, tende a parar nos postos revendedores e nos tanques dos carros.

A ação de grupos criminosos nos dutos de transporte de petróleo e derivados já causa prejuízo de R$ 150 milhões à Petrobras por ano. Em 2018, foram 261 tentativas e episódios efetivos de furto. A maior parte  dos furtos são nos estados de São Paulo (151) e no Rio de Janeiro (69).

O problema chegou ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, que, frequentemente, tem a entrega de combustível de aviação interrompida porque a Transpetro, subsidiária da Petrobras que opera os dutos, é obrigada a paralisar a atividade de tubulações onde atuaram criminosos.

A estatal está preocupada com efeitos dos vazamentos nas comunidades que se instalaram próximas aos dutos, dizem as fontes. No fim do mês passado, uma criança de 9 anos morreu em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, após cair numa poça de gasolina pura que escapou de um duto perfurado.

O temor da empresa é que fatalidades como essa se repitam e tomem proporções maiores, colocando em risco comunidades inteiras.

Além de perdas financeiras e fatalidades, a empresa quer evitar também que se repita no País o cenário de violência vivido no México, onde o furto em dutos motiva assassinatos e impõe custos anuais de cerca de US$ 1,5 bilhão à petroleira Pemex.

Para reduzir o prejuízo, a Petrobras vai lançar o programa de inteligência e segurança Pró-Dutos. A ideia é desenvolver uma parceria com governos estaduais para combater o furto de petróleo e derivados nas suas redes de transporte.

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, estará presente,hoje, às 10h, na cerimônia de lançamento do Programa Integrado Petrobras de Proteção de Dutos (Pró-Dutos) que reúne a Polícia Federal, MP e outras entidades. O acordo será firmado com os governos de São Paulo e Rio de Janeiro.

“Durante o evento, serão assinados protocolos de intenções com governos estaduais para a cooperação nos campos da inteligência e da segurança para minimizar os riscos e impactos dos furtos dos produtos transportados pelos dutos”, informou a empresa em nota. O lançamento acontecerá na sede da Petrobras, no centro do Rio.

Novo projeto da Usiminas demandará 100 novas vagas. As contratações estão previstas para este mês!


Baixem também o aplicativo  Empregos e Noticiais CPG para Android na Playstore clicando aqui. Nele postamos informações e oportunidades exclusivas todos os dias.

Gostaria de compartilhar uma foto conosco da sua área de trabalho, vagas de empregos ( com as fontes), sugestões de pautas ou alguma outra informação importante do ramo de energia e empregabilidade? Entre em contato com a gente no Messenger aqui.

Sobre Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica com ênfase em Automação , Inglês avançado e experiência na indústria de construção naval no estaleiro Brasfels (KeppelFells). Conhecimento dos processos de KPI, planejamento de tubulação, comissionamento e construção de drilling rigs, FPSO’s e reparos.