Petrobras recebeu na tarde de ontem (24) uma oferta bilionária pelo campo petrolífero Papa-Terra, na Bacia de Campos

Flavia Marinho
por
-
25-11-2020 08:57:24
em Petróleo, Óleo e Gás
Petrobras recebeu na tarde de ontem (24) uma oferta bilionária pelo campo petrolífero Papa-Terra, na Bacia de Campos A Petrobras é operadora do campo petrolífero Papa-Terra, com 62,5% de participação, em parceria com a Chevron, que detém os 37,5% restantes.

A Petrobras é operadora do campo petrolífero Papa-Terra, com 62,5% de participação, em parceria com a Chevron, que detém os 37,5% restantes.

A petrolífera estatal brasileira Petrobras informou na tarde de ontem, terça-feira (24/11), que a gestora de ativos Starboard Asset Ltda ofereceu 90 milhões de dólares para seu campo petrolífero Papa-Terra, localizado na Bacia de Campos. Petrobras traça plano de revitalização da Bacia de Campos e garante a sobrevida das operações offshore em Macaé

Leia também

Segundo a Petrobras a oferta da Starboard de aproximadamente US$ 90 milhões foi a mais alta, mas que ainda não foi possível dizer se ambas as empresas chegariam a um acordo final. “considerando pagamentos firmes e contingentes, e não há prazo para o término das negociações.”

“Não há previsão de divulgação ao mercado, de acordo com a Sistemática de Desinvestimentos. A assinatura dos contratos referentes a este desinvestimento está sujeita ao sucesso das negociações e à obtenção das aprovações corporativas necessárias”, acrescenta a companhia.

“Assim, não é possível antecipar nesse momento se a operação será concluída e, caso seja, qual será o valor final a ser pago”, conclui o comunicado.

“Dessa forma, na data foram iniciadas negociações com a Starboard Asset Ltda (Starboard), gestora de fundos que possuem participação relevante na 3R OG Petroleum.”

No comunicado a Petrobras diz que a etapa de recebimento de ofertas vinculantes foi concluída em 29 de setembro de 2020 e reforça o seu compromisso com a ampla transparência de seus projetos de desinvestimento e de gestão de seu portfólio onde as etapas subsequentes serão divulgadas ao mercado de acordo com a Sistemática de Desinvestimentos da estatal.

A Petrobras é a operadora do campo petrolíferoPapa-Terra, com 62,5% de participação, em parceria com a Chevron, que detém os 37,5% restantes. 100% do projeto está à venda.

Sobre a venda do campo petrolífero Papa-Terra – Petrobras

  • Starboard Asset fez oferta no valor de US$ 90 milhões
  • Petrobras é a operadora de Papa-Terra, com 62,5% de participação
  • Chevron detém os 37,5% restantes
  • PSO P-63 começou a produzir em 2013
  • P-61, única do tipo Tension Leg Wellhead Platform (TLWP) instalada no país, começou a produzir em 2015
  • Não conseguiu atingir patamares de produção inicialmente projetados
  • Petrobras estima boas possibilidades de ampliação da produção

O campo de Papa-Terra, na Bacia de Campos tem contrato de concessão assinado com a ANP até 2032. Área da Rodada Zero, não tem compromisso de conteúdo local.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.