Petrobras recebe proposta da Ouro Preto sobre a Bacia de Campos

Outro Negro Oleo e Gas
 

Petrobras recebe proposta da Ouro Preto para vender dois polos da Bacia de Campos. Polos Enchova e Pampo receberam as melhores propostas.

Ouro Preto Óleo e Gás (do empresário Rodolfo Landim) disponibilizou melhor proposta para aquisição dos dois polos da Bacia de Campos (Enchova e Pampo). No entanto até o momento não foi fechado acordo de exclusividade, e sim, confirmado apenas o convite de participação da fase de negociação de contratos. A Ouro Negro, em nota, coloca em destaque que não há uma decisão em relação as condições finais e termos que dizem respeito ao processo de desinvestimento.

A Ouro Preto

A Ouro Preto Óleo e Gás é uma Companhia brasileira criada em 2010 cuja missão é ser uma empresa integrada de energia, com foco nas atividades de exploração e produção de petróleo e gás natural. Com uma equipe altamente qualificada formada por geólogos, geofísicos e engenheiros, a Companhia tem como foco a identificação de oportunidades exploratórias nos blocos colocados em licitação pela ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Paralelamente, a Ouro Preto também avalia a possibilidade de adquirir ativos por meio de operações de farm-in (aquisições parciais ou totais dos direitos de concessão detidos por uma empresa).

Campos a venda

Em 2017 a estatal Petrobras colocou a venda áreas nas bacias de Campos, Potiguar, Santos e Ceará, fechando um total de 30 campos. Com o objetivo de chegar a até US$ 21 bilhões essas vendas fazem parte do programa de Desinvestimentos e parcerias da empresa. Contendo dez campos, juntos, Pampo e Enchova, possuem alguns que não produzem. Vale a pena informar que ambos possuem um sistema integrado e que essas vendas representam para Petrobras oportunidades de revitalização, contemplando a recuperação de poços e exploração de reservatórios que ainda não foram desenvolvidos.

Polo Pampo

Contemplando os campos de Trilha, Badejo, Linguado e Pampo, o polo encontram-se, quase em sua totalidade, paralisado. De certa forma somente Pampo consegue produção de aproximadamente (média) 9,3 barris por dia. Essa marca apenas este ano. Por outro lado, 13 barris por dia são registrados em Linguado. Um reservatório denominado pela Petrobras de Siri pode, de acordo com a estatal, levantar a produção no campo de Badejo. Novos poços podem ser conectado em Linguado, Pampo e Trilha.

Polo Enchova

Dois anos atrás, em 2016, o Polo Enchova teve produção de quase o dobro em relação a produção de 16,8 mil barris por dia em 2018 (até o quinto mês do ano). Este polo contempla os campos de Piraúna, Enchova Oeste, Bonito, Bicudo, Enchova e Marimbá. Neste Polo, Marimbá é reconhecido como o ativo principal produzindo 13,6 mil barris por dia. Houve interrupção de Piraúna e Bicudo

Leia também:

The following two tabs change content below.
Paulo Nogueira
Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás como técnico de operações, Pressure Downrole Gauge Operator e em plataformas de completação do Brasil e exterior