Home > Sem categoria

ANP prorroga contrato do campo de Marlim Sul até 2052

Paulo Nogueira
por
-
23-07-2018 23:25:04
em Sem categoria
Marlim Sul - Contrato até 2052 Marlim Sul – Contrato até 2052.

ANP prorroga contrato com Marlim Sul até 2052. Serão mais 25 anos de concessão para a estatal Petrobras produzir durante muitos e muitos anos.

Campo de Marlim Sul tem concessão prorrogada até 2052 de acordo com informação da diretoria da ANP.  A estatal poderá agora produzir nesta região até o ano de 2052, que fica na Bacia de Campos, em águas profundas. Descoberto em novembro de 1987, por intermédio do poço 4-RJS382, o Campo de Marlim Sul fica em torno de 90 km do cabo de São Tomé, no litoral norte do Rio de Janeiro, entre lâminas d’água de 800 a 2.500 m, ocupando uma área de 884,11km². Hoje o campo conta com oito plataformas, sendo seis de produção – P-26, P-37, P-38, P-40, P-51 e P-56 – uma de transferência, a Plataforma de Rebombeio Autônoma (PRA-1), e uma de armazenamento de petróleo, o FSO Cidade de Macaé.

Por que isso é importante?

Marlim Sul faz parte do complexo de campos de Marlim que deve abastecer com petróleo o Comperj, no Rio de Janeiro. No começo do mês, a Petrobras anunciou que assinou uma carta de intenções com a China National Petroleum Corporation (CNPC) para avaliar a conclusão da refinaria e uma participação da chinesa no projeto do complexo do campo de Marlim, que abrange os campos de Marlim, Voador, Marlim Leste e Marlim Sul, todos na Bacia de Campos.

Contrato já prorrogado.

Campos de Marlim e Voador já estavam com contrato de concessão prorrogados até 2052, segundo diretoria da ANP. A estatal vai instalar dois novos FPSOs no campo o que vai resultar na revitalização da produção da área. Com contratos de afretamento que também tem prazo de 25 anos, no dia 10 de setembro serão entregues as propostas para as licitações que estão abertas.

Descomissionamento.

A Petrobras vai retirar oito plataformas que estão atualmente produzindo no campo, começando este ano pelo FPSO P-33, que em dezembro completa 20 anos de operação e também instalar dois novos FPSOs na área.

Resta um.

Com duas plataformas de produção, a semissubmerssível P-53 e o FPSO Cidade de Niterói, que está afretado com a Modec, a prorrogação do contrato de concessão do campo de Marlim Sul ainda está sob análise da ANP. Com produção de 46 mil barris por dia de petroleo, o campo começou a produzir em 2000.

Leia também: Siem Offshore com vagas no Brasil para início imediato

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.