Petrobras gastou mais de 2 bilhões de reais em 2021 com manutenção das refinarias

Roberta Souza
por
-
21-01-2022 19:41:38
em Refinaria e Termoelétrica
Refinarias - Petrobras - manutenção Foto: Reprodução Google Imagens

Com aumento de mais de 50% em relação aos gastos de 2020, Petrobras informa ter investido mais de 2 bilhões de reais na manutenção de refinarias

Na última quarta-feira (19/01), a Petrobras afirmou ter realizado no ano passado um investimento de R$ 2,3 bilhões em paradas preventivas de manutenção das refinarias, emplacando recorde. De acordo com a estatal, o montante equivale a um aumento de mais da metade do valor de 2020 e mais de 20% em relação ao recorde anterior, de 2019.

Veja ainda outras notícias:

Com a maior taxa nos últimos 5 anos, a Petrobras encerrou 2021 com média de 83% de fator de utilização absoluta de suas refinarias, mesmo com todas as pausas preventivas para manutenção.

Enquanto ocorrem as paradas planejadas das refinarias, é feita a manutenção das unidades industriais, com reparos, inspeções e substituições de equipamentos quando necessário. Segundo a Petrobras, mais de 4.000 equipamentos tiveram que ser inspecionados.

Rodrigo Costa, diretor de Refino e Gás Natural da Petrobras afirma: “Investimos fortemente na cultura de prevenção e buscamos sempre a excelência em segurança”. De acordo com ele, a Petrobras também realizou treinamento de funcionários, não só as pausas programadas para manutenção.

“Nosso objetivo principal é garantir a segurança e a continuidade operacional, assim como adequar as capacidades de produção das unidades, buscando a utilização mais eficiente e segura dos ativos”, completou o diretor.

Com a meta de realizar a manutenção de 4.500 equipamentos neste ano, a Petrobras planeja gastos de R$ 2,5 bilhões em paradas de manutenção de unidades nas refinarias.

Pré-sal

A Petrobras atingiu recorde anual de produção no pré-sal no ano passado, atingindo 1 milhão e 950 mil barris de óleo equivalente por dia (boed). Esse volume representa 70% da produção geral da empresa, que, em 2021, foi de 2,77 milhões de boed. O último recorde havia sido em 2020, quando a Petrobras alcançou a marca de 1,86 milhão de barris de óleo equivalente por dia, correspondente a 66% da produção da companhia.

No Plano Estratégico 2020-2026 da Petrobras, estão calculados US$ 6,1 bilhões em investimentos nas refinarias nos próximos 5 anos. De acordo com a empresa, ela irá realizar projetos para posicioná-la entre as melhores refinarias do planeta, em questões de desempenho e eficiência operacional, com produtos que têm maior valor agregado e emitem uma menor quantidade de carbono.

Privatizações no Paraná: em 2022, refinarias da Petrobras, da Compagas e da Ferroeste devem ser vendidas

Refinarias da Petrobras, da Compagas e da Ferroeste são empresas previstas para privatizações em 2022

O setor de infraestrutura no Paraná seve sofrer privatizações em 2022 – a expectativa é de que as vendas de refinarias da Petrobras e das empresas Compagas e Ferroeste sejam efetivadas. O primeiro leilão previsto é o da Nova Ferroeste, que deve acontecer no segundo trimestre deste ano. O vencedor irá construir a ferrovia e poderá explorar o trecho durante 70 anos. Confira esta matéria na íntegra clicando aqui.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos