Petrobras é condenada a pagar 70 milhões de dólares à IESA Óleo e Gás

Flavia Marinho
por
-
04-01-2021 14:17:29
em Petróleo, Óleo e Gás
petrobras petrobras é condenada nos EUA

Petrobras sofre derrota em arbitragem com Inepar no exterior. Tribunal arbitral dos EUA emite sentença de 70 milhões de dólares à subsidiárias da estatal

A Petrobras informa na manhã de hoje (04/12) que um tribunal arbitral, com sede em Nova Iorque, emitiu sentença em arbitragem iniciada pela IESA Óleo e Gás, no processo que envolve o pagamento de perdas em consequência de violação de contratos. Procurando emprego? Processo seletivo em Macaé para Técnicos de Instrumentação experientes em plataformas offshore da Petrobras, hoje 04 de janeiro.

Leia também

Os consultores jurídicos na arbitragem tiveram acesso à sentença parcial sobre responsabilidade e danos na qual o tribunal arbitral concluiu que a Petrobras Netherlands e a Tupi violaram os contratos e concedeu à Iesa o ressarcimento por danos, mais juros pré-adjudicação, que totalizam aproximadamente 70 milhões de dólares

O tribunal arbitral ainda irá determinar, em uma fase posterior, a questão dos honorários advocatícios e dos custos de arbitragem, bem como os juros pós-sentença.

No comunicado, a Petrobras disse que a sentença determinou que sua subsidiária Petrobras Netherlands (PNBV) deverá pagar cerca de 37 milhões de dólares e mais juros, enquanto a subsidiária Tupi B.V deverá pagar cerca de 33 milhões de dólares e mais juros.

O valor referente à condenação da PNBV já foi provisionado, mas a Petrobras disse que ainda fará uma provisão no resultado do quarto trimestre referente à participação na Tupi, na qual a PNBV possui participação de 67,6%.

A arbitragem, que corre sob confidencialidade, tinha como objeto um contrato para a construção de módulos para plataformas (FPSOs), explicou a Petrobras, sem detalhar.

A Inepar Indústria e Construções, está em recuperação judicial e controla Iesa Óleo & Gás, informou que irá tomar as medidas para agilizar os procedimentos relativos ao pagamento devido.

A Tupi é um consórcio formado por Petrobras Netherlands (65%), BG (25%) e Galp (10%).

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe