Início Novo megaempreendimento em Macaé: 400 empregos serão gerados na construção de bairro planejado com 4 mil moradias

Novo megaempreendimento em Macaé: 400 empregos serão gerados na construção de bairro planejado com 4 mil moradias

25 de março de 2022 às 19:44
Compartilhe
Siga-nos no Google News
400 vagas de empregos serão gerados em macaé na construção de moradias
Projeto de moradias foi apresentado na Prefeitura de Macaé | Imagem: Assessoria

Projeto imobiliário a ser instalado em área da Fazenda Blanchete, nas proximidades da Linha Verde, tem previsão de investimentos de R$ 120 milhões.

Representantes da empresa Buriti Empreendimentos estiveram reunidos no gabinete do prefeito de Macaé, Welberth Rezende, para apresentar ao gestor o projeto de moradias que será instalado na área da Fazenda Blanchete, nas proximidades da Linha Verde. A previsão é de investimentos que superam os R$ 120 milhões, e a geração de 400 empregos indiretos e 130 diretos, já a partir da construção do empreendimento imobiliário.

De acordo com o projeto apresentado, serão 4 mil lotes em um bairro totalmente planejado. Serão utilizadas áreas comerciais, incluindo redes âncoras, além de lotes residenciais. O prefeito de Macaé disse que essa é um oportunidade de ampliar os postos de trabalho e geração de renda.

“A cidade é a primeira no estado em geração de emprego e a 11ª no país em números proporcionais”, afirmou Welberth Rezende. “O município (conhecido como Cidade do Petróleo) é o maior produtor do estado de grãos e gado confinado, além de estar consolidando o seu papel como cidade do saber”, destacou.

Trabalhe no Setor Eólico do Brasil

Por que a Buriti escolheu Macaé para o megaempreendimento de moradia?

A imobiliária Buriti e a Prefeitura de Macaé estão bem alinhadas nos processos que antecedem a construção do megaempreendimento. De acordo com secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Vianna, as questões de licenciamento estão avançadas. ” As equipes das secretarias estão interagindo e simplificando processos”, disse.

Para o superintendente da empresa, Lúcio Cornachini, existe uma projeção de crescimento da Cidade do Petróleo e isso foi o que que pesou na escolha do município. “Ficamos muito felizes em poder contribuir com a cidade ao realizar, durante nossa operação aqui, quase 100% de contratação local em insumos e mão de obra”, coloca.

Relacionados
Mais recentes