No Porto do Açú, a GNA recebe FSRU BW MAGNA em seu Terminal de GNL

Paulo Nogueira
por
-
12-06-2020 19:05:00
em Indústria Naval, Portos e Estaleiros
FSRU BW MAGNA GNA açú GNL

A GNA, joint venture entre a Prumo Logística, a BP e a Siemens, realizou nesta sexta-feira, 12/6, a atração da FSRU BW MAGNA no Terminal GNL, no Porto do Açu. Com tecnologia de ponta, a embarcação tem capacidade de regaseificar 21 milhões de m³ de gás natural por dia e foi construída para atender exclusivamente às usinas UTE GNA I (1.338 MW) e UTE GNA II (1.6722 MW), além de futuras expansões. As usinas, juntamente com o Terminal de GNL, compõem o maior Complexo Termelétrico a Gás Natural da América Latina, com 3 GW de capacidade instalada, e somam mais de R$ 8,5 bilhões de investimentos.

A operação de manobra, que envolveu práticos e rebocadores, durou aproximadamente três horas e contou com a participação das equipes da GNA, BW, Acciona e KN. Agora, a BW MAGNA vai passar pela fase de interligação dos sistemas entre a embarcação e a térmica e depois para a fase de teste a frio. 

“A chegada da FSRU BW MAGNA é um dos grandes marcos do projeto da GNA. Quando em operação, nosso parque termelétrico será capaz de produzir energia equivalente a 17% da geração térmica a gás natural do Brasil, contribuindo para a segurança do Sistema Integrado Nacional. Estamos muito orgulhosos com a conclusão dessa importante etapa de nosso projeto, afirma Bernardo Perseke, Diretor- Presidente da GNA.

Sobre a GNA

A GNA, joint venture entre a Prumo Logística, BP e Siemens, está construindo no Porto do Açu (RJ) o maior parque termelétrico a gás natural da América Latina. O projeto compreende a implantação de duas térmicas movidas a gás natural (GNA I e GNA II) que, em conjunto, alcançarão 3 GW de capacidade instalada, além de um terminal de regaseificação de GNL (Gás Natural Liquefeito), de 21 milhões de metros cúbicos/dia.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.
fwefwefwefwefwe