New Fortress Energy fatura 15 anos de contrato para fornecer gás natural à refinaria Alunorte, no Pará, que pertence à norueguesa Norsk Hydro

Flavia Marinho
por
-
14-09-2021 13:19:45
em Refinaria e Termoelétrica
Norsk Hydro - refinaria - pará - gás natural - gnl - energy Refinaria Alunorte – Pará / Imagem Norsk Hydro

Hydro está convertendo o processo de calcinação e parte da geração de vapor na Refinaria de Alumina Alunorte do óleo combustível para o gás natural. O GNL permitirá uma operação mais sustentável para a Norsk Hydro e também dará acesso ao gás natural para outras indústrias

Na última quinta-feira, a New Fortress Energy assinou um acordo para fornecer gás natural para a refinaria de alumina Alunorte no Pará, que pertence à norueguesa Norsk Hydro e visa substituir as fontes de energia da refinaria e reduzir as emissões de CO2, informou a companhia. A previsão é que NFE forneça à Alunorte 29,5 TBtu de gás natural anualmente a partir de terminal de regaseificação de Gás Natural Liquefeito (GNL) da NFE em Barcarena (PA).

Leia também

“Estamos entusiasmados em fazer parceria com a Norsk Hydro para fazer a transição da refinaria Alunorte para um combustível mais limpo e apoiar o compromisso global de sustentabilidade e meio ambiente da Hydro”, disse Wes Edens, presidente e CEO da New Fortress Energy. “Este é um grande exemplo de como nossos terminais de GNL podem acelerar a transição energética no Brasil.”

Alunorte, que pertence à Norsk Hydro, está entre as refinarias de alumina mais eficientes em energia do mundo

A Norsk Hydro está convertendo o processo de calcinação e parte da geração de vapor na Refinaria de Alumina Alunorte do óleo combustível para o gás natural. Essa iniciativa faz parte da estratégia climática da Hydro e seu compromisso global de reduzir suas emissões de gases de efeito estufa em 30% até 2030. O interruptor de combustível reduzirá o CO da refinaria2 emissões em 600 000 tpy.

“A Alunorte está entre as refinarias de alumina mais eficientes em energia do mundo. A mudança de combustível para GNL é mais um passo para melhorar nossas operações, levando a sustentabilidade e as melhores práticas do setor a um impacto ambiental menor”, disse John Thuestad, vice-presidente executivo da área de negócios bauxita & alumina da Hydro.

A NFE espera abastecer a Hydro com 29,5 trilhões de Btu de gás natural anualmente (equivalente a aproximadamente 1 milhão de gal./d de GNL) à refinaria do terminal de recebimento e regaseificação barcarena da NFE localizado no estado do Pará.

A disponibilidade de gás natural é importante para o desenvolvimento industrial na região do Pará e permite a substituição de combustíveis mais intensivos em carbono para reduzir o impacto ambiental. A refinaria Alunorte será um importante consumidor de gás no Pará e, portanto, um facilitador para estabelecer o fornecimento de GNL no estado do Pará.

GNL permitirá uma operação mais sustentável para a Hydro e também dará acesso ao gás natural para outras indústrias

“O acesso ao GNL permitirá uma operação mais sustentável para a Hydro e também dará acesso ao gás natural para outras indústrias e consumidores do estado do Pará. Isso faz parte do nosso compromisso de apoiar o desenvolvimento local”, disse Thuestad.

O terminal barcarena da NFE está previsto para ser concluído e pronto para fornecer gás natural no início do 1T22 e a refinaria Alunorte deverá concluir a conversão para gás natural até o 1T23.

O acordo está sujeito à execução de acordos definitivos, decisão final de construção e aprovação da Norsk Hydro.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.
fwefwefwefwefwe