Início Neoenergia investiu mais de R$ 2 bilhões em obras na Bahia, inaugura três empreendimentos para atender a população e beneficia quase 100 mil pessoas no oeste do Estado

Neoenergia investiu mais de R$ 2 bilhões em obras na Bahia, inaugura três empreendimentos para atender a população e beneficia quase 100 mil pessoas no oeste do Estado

23 de fevereiro de 2022 às 10:20
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Neoenergia - WEG turbina - transformadores - emprego - Bahia - nordeste - construção - usina
Imagem subestação Neoenergia na Bahia

Evento de inauguração aconteceu na terça-feira (22), na Subestação Rio do Algodão, um dos empreendimentos entregues da Neoenergia na Bahia

A Neoenergia, por meio de sua distribuidora Neoenergia Coelba (BA) realizou uma série de investimentos para reforçar o sistema elétrico do oeste da Bahia. No final de 2021, a distribuidora investiu cerca de R$ 125 milhões na construção de três novos empreendimentos na região. A entrega oficial destas obras foi realizada nesta terça-feira (22), em evento de inauguração do mais novo empreendimento que atenderá a população local: a Subestação Rio do Algodão, localizada em São Desidério.

Leia também

A cerimônia contou com a presença da liderança da Neoenergia Coelba, do prefeito de São Desidério, José Carlos de Carvalho, além de autoridades convidadas. “Em 2021, a Neoenergia Coelba aportou mais de R$ 2 bilhões em obras na Bahia. Deste total, cerca de R$ 400 milhões foram destinados ao Oeste do Estado. O volume de recursos aplicado reforça o compromisso da distribuidora em continuar investindo no aprimoramento das suas operações em toda a Bahia”, afirmou Luiz Antonio Ciarlini, diretor-presidente da Neoenergia Coelba.

Os três novos empreendimentos da Neoenergia são de grande importância para o sistema elétrico do Estado da Bahia

A Subestação Rio do Algodão, onde o evento foi realizado, tem potência instalada de 26,6 MVA, beneficiando mais de 40 mil pessoas. Adicionalmente, foram construídos 32 quilômetros de rede elétrica e instalados 60 postes e 88 torres. Estas estruturas permitiram que o empreendimento fosse energizado e integrado ao sistema elétrico.

Antes da Rio do Algodão, uma outra subestação foi inaugurada na região nos últimos meses, a SE Rio Grande III. O empreendimento conta com três alimentadores e, para o funcionamento do mesmo, houve a implantação de 12 quilômetros de linha de distribuição e 105 postes. A potência instalada da unidade também é de 26,6 MVA e beneficiará mais de 38 mil moradores da região.

“As duas subestações possuem tecnologias de ponta para fornecer energia com confiabilidade aos clientes da distribuidora na região. Além de religadores automáticos e equipamentos de proteção, os empreendimentos podem ser monitorados e comandados diretamente do nosso Centro de Operações Integrado, que fica em Salvador, diminuindo o intervalo de tempo para solucionar possíveis ocorrências”, explicou Ana Paula Nobre, superintendente de Expansão de Alta Tensão da Neoenergia.

O terceiro empreendimento concluído pela distribuidora no Oeste foi a Linha de Distribuição de 138 kV Rio Grande II-Rio das Éguas. A nova linha conta com 127 quilômetros de extensão, passando pelos municípios de São Desidério e Correntina, e mais de mil postes implantados.

“Os três novos empreendimentos são de grande importância para o sistema elétrico da nossa região, possibilitando um aumento na oferta de energia. Os consumidores e comerciantes da zona urbana e os proprietários agrícolas da zona rural terão à disposição uma energia ainda mais confiável para expandir as suas atuações”, analisou Leonardo Silva, superintendente de Operações do Oeste.

WEG, uma das maiores fabricantes de turbinas e motores elétricos do mundo, entrega transformador gigante de 10,1 metros de altura e 271,1 toneladas para o Complexo Eólico Neoenergia Oiti, no nordeste do Brasil

As obras do Complexo Eólico Neoenergia Oitis, o maior da empresa no Brasil, localizado entre o Piauí e a Bahia, estão avançando de forma acelerada. Acaba de ser entregue pela WEG, uma das maiores fabricantes de turbinas e motores elétricos do mundo, o primeiro dos três transformadores que serão instalados na subestação Oitis, cada equipamento tem capacidade de 230 MVA. 

Fabricado pela WEG em Betim (MG), o transformador chegou ao empreendimento após 45 dias de viagem, percorrendo 3.297 quilômetros. Devido ao tamanho do equipamento, que mede cerca de 10,1 metros de altura e pesa 271,1 toneladas (preenchido com óleo), foi necessária uma complexa operação logística. Os outros dois transformadores serão entregues em dezembro.

Turbinas serão montadas e a construção do complexo eólico promete gerar 1,5 mil empregos no Nordeste

São esses equipamentos que transformam a energia gerada nas turbinas para que estejam em níveis adequados para o sistema de transmissão. Ou seja, na subestação Oitis, onde os transformadores serão instalados, a tensão da energia produzida é elevada até 500 kV para que possa seguir pela linha de transmissão até a subestação Queimada Nova II (PI), ponto de conexão ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

O Complexo Eólico Neoenergia Oitis é estratégico para a Neoenergia e mantemos a sua construção em ritmo acelerado para gerar energia limpa, contribuindo com o setor elétrico brasileiro. Ainda 2021, vamos iniciar a montagem dos primeiros aerogeradores, antes do previsto pelo plano de negócios, e a estimativa é que a operação comercial comece ainda no primeiro semestre de 2022”, diz William Carneiro, gerente de Projetos Renováveis da Neoenergia.

Oitis terá 12 parques, que somarão uma capacidade instalada de 566,5 MW, o suficiente para abastecer uma cidade com 2,7 milhões de habitantes. É um negócio alinhado aos compromissos ESG (sigla em inglês para ambiental, social e governança) da Neoenergia. Além disso, terá 96% da sua energia comercializada no mercado livre, seguindo o posicionamento da companhia na liberalização do mercado brasileiro.

A construção do complexo eólico gera ainda diversos benefícios para a região. As obras devem gerar 1,5 mil empregos, sendo quase 40% de mão de obra local. Entre os impactos positivos, estão também realização de cursos de capacitação gratuitos e doação de cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade, dos municípios de Dom Inocêncio e São Raimundo Nonato, no Piauí, e Casa Nova, na Bahia.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes