Início Multinacional Porsche vai investir mais de R$ 355 milhões para começar produção da gasolina sintética ainda este ano

Multinacional Porsche vai investir mais de R$ 355 milhões para começar produção da gasolina sintética ainda este ano

10 de abril de 2022 às 09:47
Compartilhe
Siga-nos no Google News
eFuel - Porsche - multinacional - gasolina sintética - combustível sintético - investimento
Amostra de eFuel, combustível sintético produzida em laboratório Reprodução/Audi

O combustível sintético que está sendo desenvolvido pela HIF Global LLC, com investimento da Porsche, ajudará na diminuição de gases do efeito estufa e promete reanimar o mercado de carros à combustão      

A multinacional Porsche anunciou na quinta-feira (7) que realizará um novo investimento em torno de US$ 75 milhões, equivalente a mais de R$ 355 milhões, na HIF Global LLC, uma holding que trabalha com projetos renováveis e na produção direta da gasolina sintética capaz de substituir os combustíveis fósseis. Por meio dessa ação, a Porsche, que tem sede na Alemanha, vai adquirir uma participação a longo prazo na empresa HIF Global LLC, sediada no Chile, para impulsionar e produzir ainda este ano o primeiro combustível sintético a nível comercial.  

Novo investimento da multinacional alemã Porsche em empresa chilena, para produção de combustível sintético, promete impulsionar produção

O FIM da GASOLINA a R$7,00 !? A TECNOLOGIA que pode NOS SALVAR!! ENTENDA!! – Reprodução/Youtube

A empresa chilena HIF Global LLC está envolvida em um inovador projeto, que é a planta piloto Haru Oni, localizada na cidade portuária de Punta Arenas, no Chile, que está sendo construída pela Porsche. De acordo com a multinacional alemã, a produção do eFuel, um combustível sintético ecológico à base de eletricidade, poderá começar ainda este ano.

Quando a primeira etapa for concluída, a multinacional Porsche terá duas expansões do complexo, sendo uma em 2024 e a outra somente em 2026, saltando a produção previamente estimada para 55 e 550 milhões de litros do combustível sintético, respectivamente. Além da Porsche, o processo na fábrica denominada Haru Oni tem outros grandes parceiros de renome.

Marcas como a Siemens Energy e a ExxonMobil estão envolvidas na produção de combustível a partir de hidrogênio e dióxido de carbono (CO2), utilizando a energia eólica. Com o investimento atual da montadora alemã, será possível que sejam desenvolvidas plantas adicionais no Chile, nos Estados Unidos e também na Austrália.

Uso de gasolina sintética ajudará a reduzir emissão de gases

A Porsche está planejando usar, inicialmente, a gasolina sintética que será produzida nessas instalações em veículos de competição, ou seja, carros de corrida. Porém, no futuro, o combustível sintético eFuel deverá estar presente em carros convencionais, nas fábricas, e dentro dos Centros de Experiência da Porsche, que ofertam passeios de pista, tipo “test drive”, aos seus clientes. De acordo com a multinacional alemã, a gasolina sintética ajudará a reduzir substancialmente as emissões de carbono.

De acordo com Michael Steiner, um dos integrantes da equipe de pesquisa e desenvolvimento da Haru Oni, a estimativa é de que o eFuel ajude a reduzir a emissão de gases poluentes na atmosfera em motores onde acontece a queima de combustíveis fósseis em até 90%.

A multinacional Porsche, por sua vez, acredita que o uso de combustível sintético ajuda em uma redução maior ainda nas emissões do que a porcentagem obtida com carros elétricos, obviamente levando em consideração os diferentes processos de fabricação. No entanto, dúvidas tem sido levantadas em relação ao perfil sustentável desse componente, como a mídia avaliou em meados de dezembro de 2021.

De acordo com um estudo da equipe ambiental Transport & Environment, T&E, o combustível sintético que é desenvolvido por meio de mecanismos que auxiliam na modificação dos hidrocarbonetos acaba gerando tanta poluição quanto a queima de combustíveis fósseis nos motores de carros convencionais.

Conheça a representação da Porsche no Brasil

A Stuttgart Veículos era representante oficial de importações da Porsche no Brasil em 1997, e por anos ajudou o Brasil a ocupar uma posição de destaque entre os maiores importadores de carros Porsche na América Latina.

Em meados de 2015, a nomeada Porsche Brasil assumiu as operações no país, se tornando oficialmente a 18° subsidiária da Porsche no mundo e a primeira da América Latina, com sede em São Paulo/SP.

São 11 Porsche Centers (showroom e pós vendas) no Brasil, além de um Centro Técnico, que estão localizados nas principais cidades do país, como São Paulo (sede), Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Fortaleza, Florianópolis, Porto Alegre, Recife e Ribeirão Preto.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes