Início Multinacional do petróleo assumiu novo contrato no Brasil para explorar bacias do pré-sal

Multinacional do petróleo assumiu novo contrato no Brasil para explorar bacias do pré-sal

19 de junho de 2017 às 13:36
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Multinacional do petróleo assumiu novo contrato no Brasil para explorar bacias do pré-sal

Empresa de petróleo concluiu estudos bem sucedidos no pré-sal e já contratou uma sonda semi-submersível

O campo de petróleo Echidna está localizado no bloco de exploração S-M-1102 da bacia pré-sal de Santos, à aproximadamente 112 quilômetros da costa de Santa Catarina, no Brasil, em profundidades de 400 m.

O campo têm uma estimativa de 75 milhões de barris de petróleo. Ela pertence totalmente a Karoon Gas Australia, que atualmente está em fase planejamento e avaliação do ativo para facilitar o desenvolvimento completo do campo.

A Karoon detém participação de 35% nos blocos para a Exploração e Produção do Pacífico desde 2012, mas posteriormente mostrou o interesse em aqui depois que estudos técnicos revelaram o potencial verdadeiro de nossas bacias hidrográficas.

A campanha de avaliação já estão em andamento e engenheiros estão dedicados a começar as atividades e iniciar as contratações, isso até 2020, ao qual deve começar a primeira produção de hidrocarbonetos na região.

Karoon planeja perfurar dois poços de avaliação no campo, que serão chamados Echidna-2 e Echidna-3.

Echidna-2 será projetado para entrar no reservatório em posição de imersão, enquanto Echidna-3 será projetado para entrar em uma posição de submersão.

As informações técnicas e os dados detalhados sobre as propriedades do reservatório serão coletados através de um programa de correção convencional, e informará de forma definitiva as propriedades que constituem o campo, inclusive a viabilidade econômica do mesmo.

Uma plataforma de perfuração semi-submersível  foi contratada  para perfurar os dois poços de avaliação, juntamente com dois outros poços opcionais também previstos nos blocos operados pela Karoon.

Karoon está planejando  desenvolver o Echidna com uma taxa máxima de produção de 30.000 barris de petróleo por dia.

O plano de desenvolvimento do site prevê a criação de três poços de produção, dois poços de injeção e uma Unidade Flutuante de Armazenamento e Transferência(FPSO). O FPSO ficará em uma profundidade de água máxima de 400m.

A Karoon contratou a Wood Group para prestar serviços de engenharia para ela. Está noticia repercutiu até mesmo no mercado internacional, ao qual vocês podem estar conferindo clicando aqui.


Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.


Facebook
Facebook

Twitter
Twitter

LinkedIn
LinkedIn

YouTube
YouTube

Instagram
Instagram

Telegram
Telegram

Google News
Google News

Relacionados
Mais recentes