Mudança na Petrobras pode impactar diversos mercados, inclusive o agronegócio

Agronegócio, Petrobras Petrobras

O agronegócio pode ser afetado na produção de etanol e na desvalorização do real, com a direção do general Silva e Luna na Petrobras

O presidente Jair Bolsonaro, após criticar a Petrobras por adotar preços “excessivos e em curva”, referindo-se apenas ao quinto aumento dos preços dos combustíveis em 2021, anunciou dia 19/02 que o general Joaquim Silva iria ser o novo CEO da Petrobras. Com isso, uma série de fatores veio e podem afetar vários mercados, incluindo o setor do agronegócio, na produção de etanol e na desvalorização do real.

Leia também outras notícias do dia:

Consequências ao agronegócio:

Um dos setores mais afetados por essa medida é a produção de etanol, uma vez que o engessamento dos valores cobrados pelo diesel pode se estender à gasolina, resultando em queda da competitividade dos combustíveis derivados da cana-de-açúcar.

Outro fator é a desvalorização real, que já é esperada. Os economistas destacaram que a decisão do Bolsonaro resultará em uma redução de 5 bilhões de reais na receita do governo, mas não há indícios de que o valor referente ao congelamento de impostos será compensado.

Substituição na presidência da estatal:

O presidente Bolsonaro se sentiu insatisfeito com o rumo da gestão de Castello Branco. A crítica principal era com os sucessivos aumentos de preço dos combustíveis na refinaria, que subiram pela quarta vez em 2020.

A empresa utiliza a chamada Preço de Paridade Internacional (PPI) para orientar sua política de valor baseada no preço do barril de petróleo, que é negociado em dólares.

“É fundamental para garantir que o mercado brasileiro siga sendo suprido sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras”, diz a estatal.

Em um dia, o preço das ações da Petrobras caiu quase 8%, perdendo 28,2 bilhões de reais. Mais do que isso, na última segunda-feira (22) desvalorizou-se em mais de 16%.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos