Início Mineradora Vale fecha negócio para a venda da Companhia Siderúrgica do Pecém à ArcelorMittal, pelo valor de US$ 2,2 bilhões

Mineradora Vale fecha negócio para a venda da Companhia Siderúrgica do Pecém à ArcelorMittal, pelo valor de US$ 2,2 bilhões

29 de julho de 2022 às 09:51
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Arcelormittal, vale, siderúrgica
Foto: reprodução saladeimprensa.vale.com

O acordo vinculante com a ArcelorMittal faz parte da estratégia da Vale de simplificar o seu portfólio e, assim, a mineradora marca a sua saída da área de atuação siderúrgica

Nesta quinta-feira (dia 28), a mineradora Vale anunciou a assinatura de um acordo vinculante com a empresa de aço ArcelorMittal, visando à venda da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). O negócio foi realizado em conjunto com a Posco Holding Inc. e com o Dongkuk Steel Mill, ambos sócios da Vale, que também venderam as suas respectivas participações.

É válido destacar, nesse viés, que a ArcelorMittal é líder mundial na produção de aço, de modo que pode representar muitos benefícios e enorme crescimento para a siderúrgica de Pecém.

Artigos recomendados

A transação, cujo enterprise value é de aproximadamente US$ 2,2 bilhões, está ainda sujeita às aprovações corporativas e regulatórias usuais

Segundo o site de notícias Broadcast, o enterprise value da transação é de cerca de US$ 2,2 bilhões – quantia a ser utilizada para o pagamento antecipado do saldo da dívida líquida de, aproximadamente, US$ 2,3 bilhões.

Agora, a conclusão do negócio está submetida às aprovações corporativas e regulatórias usuais, o que inclui a análise do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). De acordo com a ArcelorMittal, espera-se que esse processo seja encerrado até o final deste ano.

A Companhia Siderúrgica do Pecém está localizada no estado do Ceará e foi inaugurada em 2008, como uma joint venture entre as empresas Vale (50%), Dongkuk (30%) e Posco (20%). Ademais, ela possui a capacidade instalada de três milhões de toneladas de placas de aço por ano.

A Vale está desinvestindo em operações que não são as principais para a companhia, retirando-se, assim, do setor siderúrgico

A Vale explica que o novo negócio é parte da estratégia da mineradora de simplificar o seu portfólio, desinvestindo em operações que não sejam as principais da companhia, como o minério de ferro e o níquel. Sob esse viés, a empresa pretende focar em suas maiores oportunidades de crescimento, pautada pela alocação de capital disciplinada. Com isso, a Vale retira-se, oficialmente, da área de atuação siderúrgica.

Diante deste contexto, a mineradora já chegou a ter participações na Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA) e na California Steel Industries (CSI), tendo a última sido vendida, ao final do ano passado, para a Nucor Corporation, por US$ 400 milhões.

ArcelorMittal pretende, com o novo negócio, ampliar a sua participação na indústria siderúrgica brasileira, além de obter outros benefícios estratégicos

A ArcelorMittal, por sua vez, argumenta que a aquisição traz múltiplos benefícios estratégicos para a multinacional, como, por exemplo, o potencial de ampliar a sua posição dentro da indústria siderúrgica brasileira, além da possibilidade de capitalizar o considerável investimento de terceiros a fim de formar um hub de eletricidade limpa e de hidrogênio verde na siderúrgica de Pecém.

A empresa afirma, ainda, que pode elevar a capacidade de produção de placas de alta qualidade e com custos de grande competitividade para o mercado, havendo o potencial de fornecimento de placas dentro do grupo ou de vendas na América do Norte e na América do Sul.

Por fim, o negócio deve também viabilizar que a ArcelorMittal realize novas expansões, como a opção de acrescentar à companhia capacidade de siderurgia primária (incluindo a redução direta de minério de ferro – DRI) e capacidade de laminação e acabamento. A expectativa da empresa é, assim, capturar mais de US$ 50 milhões de sinergias identificadas, levando em conta despesas com vendas, gerais e administrativas (SG&A), compras e a otimização dos processos.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes