Mineração – Além de gerar desenvolvimento e emprego, no Brasil, 90% das mineradoras são micro e pequenas empresas

Roberta Souza
por
-
17-11-2020 09:40:48
em Economia, Negócios e Política
Mineração, mineradoras, Brasil Mineradora

Hoje no Brasil, mineradoras de micro, pequeno e médio porte predominam no desenvolvimento e na geração de empregos no setor de mineração

Atualmente no setor da mineração, 90% é predominantemente contribuído por micro, pequenas e médias mineradoras. Tais mineradoras, além de contribuírem no desenvolvimento da região, geram diversos empregos no setor. De acordo com dados da ANM – Agência Nacional de Mineração, em 2017, as micro e pequenas mineradoras, tinham expressivos 88% de representatividade no setor de mineração no Brasil.

Confira também:

Um grande problema que o país enfrenta é em relação a atividades ilegais de exploração. As atividades realizadas manualmente são caracterizadas por conhecimentos técnicos e de gestão limitados da mão de obra, falta de complexidade técnica e recursos, e terão um impacto significativo no meio ambiente.

Wilson Brumer, presidente do Conselho Diretor do IBRAM, diz que “Não podemos permitir que a imagem do setor seja atingida por aquilo que é extraído de forma ilegal e que certamente traz outras consequências para o nosso país, possivelmente passando a terceiros os recursos minerais por outras formas, como via o crime organizado”.

Representação de micro, pequenas e médias mineradoras:

Grandes – 1,4% do total

Médias – 10,4% do total

Pequenas – 28,9% do total

Micro – 59,3% do total

Uma das formas convenientes de fortalecer a mineração em pequena escala é a constituição de cooperativas, cujo objetivo é organizar os cooperados para a realização de atividades, buscar o melhor aproveitamento dos minerais e alcançar a diversificação econômica e a inclusão social.

De acordo com Alex Macedo, Analista Técnico e Econômico da Organização das Cooperativas Brasileiras – OCB, “As cooperativas figuram como um importante instrumento de formalização da atividade mineral informal, acesso ao direito mineral, à cidadania, ao crédito, a políticas públicas, a programas de capacitação, à comercialização de sua produção e ao desenvolvimento regional com inclusão social”.

O sistema OCB é composto por 95 entidades e aproximadamente 59.000 cooperados, garimpeiros ou pequenas mineradoras, que descobriram a possibilidade de trabalho e renda, a gestão estruturada e a possibilidade de apoio organizacional com amparo jurídico neste modelo.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos