Mais de 1.000 empregos serão gerados com a construção de duas usinas solares no estado do Ceará

Roberta Souza
por
-
01-02-2021 15:07:20
em Energia Renovável
Empregos, usinas solares, Ceará

Trabalhador em placas de energia solar

O governo do Ceará juntamente com a subsidiária da BP, pretende construir usinas solares que irão gerar mais de mil vagas de emprego

O governo do estado do Ceará e da subsidiária da BP, a Lightsource BP, se reuniram para coordenar os detalhes da implementação de projetos sustentáveis ​​no estado. No projeto, estão previstos duas usinas solares fotovoltaicas e a operação comercial está prevista para 2022. Esses projetos vão criar um total de 1.400 oportunidades de empregos diretos durante a fase de construção.

ANÚNCIO

Veja ainda outras notícias do dia:

De acordo com Maia Júnior, secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Ceará, a cadeia de energias renováveis é muito bem estruturada no estado. Ele informou que tais empreendimentos já possuem licença de instalação aprovada pela Semace (Superintendência Estadual do Meio Ambiente) e a previsão é entregar energia no ano de 2022/2023”.

A primeira usina fotovoltaica será construída no município de Milagres, com capacidade de 202 MW e receberá um investimento de 600 milhões de reais. Já a segunda usina do projeto, será instalada na cidade de Icó e terá 265 MW de potência com investimento de 820 milhões de reais.

Com novo recorde, setor de energia solar tem grandes investimentos no Brasil

Segundo levantamento da Absolar – Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica, o Brasil atinge novo recorde no setor energia solar fotovoltaica. Os investimentos na área ultrapassa 13 bilhões de reais, entre grandes usinas e sistemas de geração de energia na cobertura, paredes exteriores e pequenos lotes de terreno. Desde 2012, na comparação com o investimento acumulado no Brasil, o resultado aumentou 52%.

Em termos de capacidade de geração de energia limpa e renovável, o Brasil possui atualmente 7,5 gigawatts (GW) de energia solar fotovoltaica para gerar eletricidade, agregando grandes fábricas e pequenos e médios sistemas instalados em telhados, paredes externas e terrenos (geração distribuída), responsável por mais da metade da capacidade instalada da Usina Hidrelétrica de Itaipu, a maior do Brasil e a segunda do mundo.


⇒ Participe dos nossos grupos do Telegram e fique atento a todas as notícias do mercado de energia, empregos, projetos e outros assuntos microeconômicos do Brasil. Nossas informações sempre são direto das fontes e atualizadas. Acesse o Nosso Telegram aqui.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos