Início Lugar de mulher é na engenharia

Lugar de mulher é na engenharia

22 de junho de 2022 às 20:37
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Mulher engenheira dia da Mulher em seu lugar 2
Fonte: Pixabay

Celebrado em 23 de junho, Dia Internacional das Mulheres na Engenharia é momento de reflexão e fortalecimento da figura feminina nessa área

Ao falar do início da faculdade, lá no começo de 2008, fica clara a lembrança da sala de aula da turma de engenharia de produção com mais de 50 homens e menos de 10 mulheres. A sensação e a visão de estar em uma minoria em meio a uma classe dominada pelo público masculino não impediram Bianca Silva de quebrar barreiras e ir atrás dos seus sonhos. Confirmando ainda mais que mulheres podem – e devem – estar na engenharia, ela faz questão de acumular dois títulos na área, o de engenheira de produção e civil. 

O Dia Internacional das Mulheres na Engenharia, celebrado neste 23 de junho, é um momento de reflexão e de fortalecimento da figura feminina em um meio ainda dominado pelos homens. Dados do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) de 2021 mostram que as mulheres são ainda 19% dos registros ativos de todos os conselhos regionais do país, sendo 183.601 mulheres e 793.759 homens em atuação. 

Artigos recomendados

Para a engenheira Bianca Silva, que trabalha como analista de novos projetos da Tópico, um dos maiores desafios na engenharia é ver que existem homens que acham que uma mulher não deveria estar nessa área. “Tudo o que eu faço, faço da melhor forma possível. E por isso também é tão inspirador ver outras mulheres exercendo a profissão e liderando equipes”.

História semelhante é a da também engenheira de produção Fernanda Barati, coordenadora de relacionamento com o cliente da Tópico. Além de lidar com o fato de ser parte da minoria feminina na faculdade, ela também já trabalhou em montadoras de veículos, ambientes que costumam ser dominados pelos homens. 

Sem se deixar abalar pelo preconceito, ela considera que 23 de junho é um dia para se comemorar, mas que ainda há muito mais a ser conquistado. “Tenho muito orgulho da profissão que escolhi. Sou apaixonada por projetos e adoro resolver problemas e otimizar processos”. 

Apesar da predominância masculina, a engenharia vem ganhando cada vez mais mulheres, o que deve ser incentivado pelos grandes players do mercado. “Ter mulheres na engenharia é tão importante quanto ter mulheres em cargos de liderança. Isso porque a mulher tem características diferentes e tende a ser detalhista e perfeccionista. Homens e mulheres são complementares quando trabalham juntos, por isso o equilíbrio é tão importante”, avalia a head de RH da Tópico, Elaine Costa.

Fonte:  https://topico.com.br 

Relacionados
Mais recentes