Jaqueta da Equinor para o projeto Peregrino C na Bacia de Campos já está em posição e promete criar 200 vagas de empregos no Brasil, segundo a norueguesa

Jaqueta Peregrino C Equinor Brasil Bacia de Campos

O Dutch Heerema Fabrication Group realizou o último roll-up da estrutura da jaqueta para a plataforma Peregrino C da Equinor – a ser instalada no offshore Brasileiro – a estrutura foi construída no estaleiro de Vlissingen, na Holanda

O campo de Peregrino, operado pela Equinor, está localizado nas licenças BM-C-7 e BM-C-47, aproximadamente 85 km ao largo do Brasil, na bacia de Campos, em lâmina d’água de 100m. É a maior operação internacional da empresa fora da Noruega. O campo consiste em duas plataformas fixas de cabeça de poço e uma unidade flutuante de armazenamento e descarregamento de produção (FPSO). A plataforma Peregrino C faz parte do Projeto Peregrino Fase II, que inclui a adição de uma terceira plataforma de estrutura fixa.

200 empregos garantidos na Equinor Brasil apenas com esta plataforma nos próximos 20 anos

A Equinor, no domingo, lançou um vídeo sobre a montagem da jaqueta Peregrino C. Quando a nova plataforma Peregrino C entrar em operação, no Brasil, no final de 2020, ela criará 200 empregos de longo prazo no exterior – e criará efeitos de ondulação em terra no Brasil, disse a Equinor. A plataforma contribuirá para prolongar a vida útil do campo de Peregrino e agregará valor por 20 anos. Ele adicionará 273 milhões em reservas recuperáveis.

Vídeo o Roll-UP da Jaqueta da Equinor no estaleiro holandês


Neste verão, dutos e equipamentos submarinos fabricados no Brasil serão instalados no fundo do mar e, no final deste ano, a plataforma será instalada no campo. As pernas vêm em primeiro lugar, e nesta primavera a estrutura final de aço foi levantada em um roll-up.

Como publicado anteriormente, o principal navio Deepell de transporte de dutos e águas profundas da TechnipFMC no início deste mês embarcou no projeto submarino de lançamento de um duto no Projeto Peregrino Fase 2.

O Deep Blue irá instalar dutos rígidos e flexíveis, bem como estruturas PLET em profundidades de água de 100 metros a 85 km da costa do Rio de Janeiro. O navio participará de uma fase de instalação que ocorrerá em duas campanhas. Mobilizações para estes serão realizadas no Evanton Spoolbase no norte da Escócia. Outra embarcação da frota da TechnipFMC também participará do projeto em uma data posterior. Mais informações em Equinor.com.

Sobre Paulo Nogueira

Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, com experiência no setor O&G em empresas nacionais e internacionais.