Home > Sem categoria

Jaqueta da Equinor deixa estaleiro rumo ao Brasil e ainda há vagas disponíveis na norueguesa

Paulo Nogueira
por
-
24-10-2019 10:27:04
em Sem categoria
Equinor Brasil Peregrino Plataforma Bacia de Campos Estaleiro Heerema – Jaqueta deixa o berço rumo ao Brasil




A jaqueta Peregrino C, construída pelo Heerema Fabrication Group para a Equinor, deixou um estaleiro de fabricação na Holanda e partiu para o Brasil para atender contrato na Bacia de Campos. Já enviou seu currículo hoje?

A Equinor concedeu ao Heerema Fabrication Group o contrato de aquisição e construção da jaqueta Peregrino II WHP C em maio de 2017. A construção começou em novembro de 2017 no estaleiro da Heerema em Vlissingen.

Em uma postagem de mídia social do grupo nesta quinta-feira (24), o Heerema Fabrication Group informou que a jaqueta havia deixado seu estaleiro em Vlissingen, na Holanda. A jaqueta tem aproximadamente 135 metros de altura e uma pegada de 66 x 53 metros e pesa 9.200 toneladas.

A principal função da jaqueta é ser a base superior, incluindo as instalações de perfuração e processo, serviços públicos, geração de energia, alojamentos e um heliponto com um peso operacional de projeto de 25.000 toneladas. A camisa também foi projetada para armazenamento de água fresca  para bombas submersas conectadas a esses tanques de armazenamento.

O campo de petróleo de Peregrino, operado pela Equinor, está localizado nas licenças BM-C-7 e BM-C-47, a aproximadamente 85 km da costa do Brasil, na bacia de Campos, em lâmina d’água de 100 m. É a maior operação internacional da empresa fora da Noruega.

O campo consiste em duas plataformas fixas de cabeças de poço e uma Unidade flutuante de armazenamento e transferência ( FPSO).

A plataforma Peregrino C faz parte do Projeto Peregrino Fase II, que inclui a adição de uma terceira plataforma de poço fixo no campo. Espera-se que a segunda fase seja desenvolvida a um custo de US $ 3,5 bilhões.

A nova plataforma Peregrino C está programada para entrar em operação no final de 2020. A plataforma contribuirá para prolongar a vida útil do campo de Peregrino e criará valor E EMPREGOS por 20 anos, acrescentando 273 milhões em reservas recuperáveis.

A Equinor e a Sinochem são proprietárias conjuntas de campo, sendo a Equinor a operadora com 60% de participação no ativo. A Sinochem detém os 40% restantes no campo.

Como Trabalhar na Equinor Brasil?

No dia 8 de setembro, o Click Petróleo e Gás divulgou um grande processo seletivo que a norueguesa havia divulgado para profissionais brasileiros para atender a este projeto ( saiba mais aqui).  Estes não estão valendo mais, MAS há outras vagas atualizadas para cadastro no portal da Equinor, na verdade são exatamente 17 vagas de empregos hoje no Brasil, conforme o CPG verificou.

Acesse o link https://careers.peopleclick.eu.com/careerscp/client_statoil/external/en_US/search.do e candidate-se para maximizar as chances ou eventualmente entrar neste projeto.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.