Japonesa Shizen Energy investe no exterior pela primeira vez, e foco é o Brasil

Investimentos japoneses

Com dois projetos pilotos em Brasília, companhia japonesa vê Brasil como mercado promissor para investimentos em energia renovável

A geração de energia através de fontes mail limpas que a dos fósseis, tem chamado muito a atenção de investidores estrangeiros para o Brasil e desta vez, o interessado é o Japão.
A japonesa Shizen Energy, que está investindo pela primeira vez fora da Ásia, está investindo muito no Brasil. O alvo agora é a energia fotovoltaica.

A companhia já tem dois projetos em teste, na capital federal, visando avaliar o comportamento do mercado local e a partir daí, dependendo dos resultados, investir cerca de US$ 250 milhões de seu capital, em grandes projetos de geração solar.

Os dois projetos de geração tem capacidade de 1 megawatt (MW) cada, mas a Shizen Energy tem o objetivo de atingir cerca de 60 MW em operação até o fim do ano que vem.

Esta planta da empresa no Brasil, está localizada no núcleo rural de Capão Seco, em Paranoá e fornecerá energia para a população de Brasília e cidades satélites.
As obras começaram em janeiro deste ano e as usinas entrarão em operação esta semana com uma cerimônia que estará acontecendo hoje (15/07) na presença de representantes da Shizen Energy do Japão e do Espaço Y Engenharia e Empreendimentos, clientes e parceiros.

A causa do interesse japonês

O Brasil está entre os 10 maiores consumidores de energia elétrica e apresenta um perfil positivo para o aumento da demanda no próximos anos e a energia renovável representa 80,3% na matriz energética e nossa principal fonte é a hidrelétrica.

Vale lembrar que o Brasil foi reconhecido pela Agência Internacional de Energia (AIE) como o país que tem a matriz energética mais limpa do mundo.

Leia também ! Conselhos de Classe próximos do fim? Guedes encaminha PEC ao Congresso para tentar extinguir de uma vez por todas a obrigatoriedade !

Renato Oliveira

About Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)