Governo Federal apresentará plano de desenvolvimento da Amazônia

Paulo Nogueira
por
-
15-09-2020 07:38:27
em Economia, Negócios e Política
Amazônia Governo Federal Mourão Investimentos

Em resposta ao clamor global, o governo está considerando rever suas políticas energéticas e sócio econômicas da região amazônica

Em resposta às críticas contra o aumento do desmatamento, o Governo Federal sob a gestão de Jair Bolsonaro apresentará um plano de desenvolvimento econômico para a região amazônica do Brasil em outubro.

“O Brasil tem que se apresentar para o resto do mundo como uma potência agroambiental. Então, a bio economia envolve mapear os produtos que temos lá, como açaí, castanha e cacau, e incentivar a piscicultura ”, disse o vice-presidente Hamilton Mourão durante webinar com parlamentares.

“Precisamos trabalhar no financiamento, seja cobrando uma taxa do setor [das empresas da Zona Franca de Manaus], seja criando um fundo para a biodiversidade”, acrescentou Mourão, que também é chefe do conselho jurídico do governo na Amazônia.

O governo federal afirma que a legalização das atividades energéticas e de mineração na Amazônia é boa para o meio ambiente, pois a medida combateria a atividade desregulada.

“O lado bom da Amazônia é que ela oferece uma oportunidade de negócios”, disse o legislador Alexis Fonteyne no webinar. Agora, um debate em torno da sustentabilidade seria necessário, disse Fonteyne.

Os debates sobre a exploração econômica na Amazônia estão se intensificando em meio à mudança climática em aceleração e grupos ambientais acusam o governo de desregulamentar o desmatamento.

Em resposta ao clamor global, o governo está considerando adiar um projeto que permite a atividade de mineração em terras indígenas, segundo o jornal Valor Econômico, citando assessores presidenciais não identificados.

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.