Governo de Minas Gerais e a EMGD firmam acordo para inauguração de cinco usinas de geração de energia solar

Roberta Souza
por
-
25-06-2021 09:57:24
em Energia Renovável
Minas Gerais – energia solar – usinas Painéis de energia solar/ Fonte: Solar Farm

As usinas de energia solar, em Minas Gerais, começarão a funcionar no mês de novembro, ainda este ano

No final de 2020, o governo de Minas Gerais e a EMGD (Empresa Mineira de Geração Distribuída) fecharam um acordo, no qual 5 novas usinas de energia solar serão inauguradas no estado no mês de novembro. O protocolo de intenções ainda prevê o incentivo ao desenvolvimento, a geração de novos empregos e a redução da desigualdade social na região Norte do estado mineiro. Veja ainda: Energia Solar – Vale fecha acordo com a Nextracker para projeto de 500 milhões de dólares em Minas Gerais

O acordo entre o governo de Minas Gerais e a EMGD, em usinas de energia solar

Seguindo o plano de investimento superior a R$ 400 milhões, a EMGD prevê até agosto, a contratação para construir mais três usinas em Taiobeiras e uma em Minas Novas, em Minas Gerais, que serão concluídas em meados de 2022. De acordo com André Mendonça, diretor de operações da EMGD, a execução simultânea dos projetos vai gerar quase duzentos postos de trabalho na região, além de fomentar a economia local por meio de serviços indiretos nos setores de hospedagem e alimentação, por exemplo.

Com aproximadamente R$ 65 milhões disponibilizados e uma equipe de engenharia própria, a EMGD irá aplicar o que há de melhor e mais novo em tecnologia, visando a qualidade e performance dos novos ativos em Minas Gerais. As usinas de energia solar contarão com um sistema de rastreamento de raios, o tracker, módulos bifaciais e equipamentos de fornecedores renomados.

Ocupando uma área de aproximadamente oito campos de futebol, cada usina de energia solar terá em média 3,2 MWp de potência e será capaz de gerar energia suficiente para abastecer mensalmente 2.700 residências com um consumo médio de 200 kWh/mês. Para tanto, mais de 30 mil módulos fotovoltaicos serão divididos entre as cinco unidades no estado de Minas Gerais.

MG ainda se mantém na liderança como estado com mais investimentos do setor de energia solar

Somente nos quatro primeiros meses deste ano (Janeiro a Abril 2021) foram adicionados 1,1 GW na capacidade de energia solar instalada no Brasil, incrementada pela Geração Distribuída, e mais da metade desse valor em Minas Gerais. No total, a geração distribuída e novos investimentos a partir da energia solar representaram a 1,8% da matriz elétrica brasileira no mês de abril, chegando a 8,813 GW.

Minas Gerais continua sendo líder em geração distribuída entre os estados, com 17,8% dos projetos instalados. Na sequência, o estado de São Paulo (12,5%) e Rio Grande do Sul (12,4%). O principal motor da geração distribuída tem sido o setor residencial, com 40% da potência instalada. Em segundo lugar, vem o comércio com 36,7%, o segmento rural (13,1%) e a indústria (8,5%).

Veja ainda: Minas Gerais recebe 5,5 bilhões em investimentos para construção de usinas de energia solar que prometem gerar 700 vagas de emprego

A geradora de energia Servtec e a gestora de recursos Perfin se uniram e fecharam parceria para criar a Mercury Renew, com o objetivo de aplicar novos investimentos em usinas de energia solar em Minas Gerais e SP, e gerar muitas vagas de emprego construindo novas usinas de energia solar no mercado brasileiro.

O projeto principal da empresa será uma usina de energia solar em Várzea de Palma, que deverá ter um investimento de cerca de 1,7 bilhão. De acordo com o CEO da Mercury Renew, Pedro Fiuza, a usina de energia solar em Minas Gerais deve começar sua geração em 2023 e as obras dela devem gerar cerca de 700 novas vagas de emprego.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos