Energia Solar – Vale fecha acordo com a Nextracker para projeto de 500 milhões de dólares em Minas Gerais

Roberta Souza
por
-
26-05-2021 12:48:37
em Energia Renovável
Vale – energia solar – Minas Gerais Fachada da mineradora Vale/ Fonte: The Capital Advisor

No projeto da Vale, denominado “Sol do Cerrado”, foram investidos cerca de 500 milhões de dólares para implementação do empreendimento em Minas Gerais

A mineradora Vale escolheu a Nextracker para fornecer seus rastreadores solares bifaciais, otimizados com inteligência artificial para o projeto de energia solar, denominado “Sol de Cerrado”, no estado de Minas Gerais. O complexo de energia solar de 766 megawatts (MWp), que será um dos maiores do Brasil, ajudará a abastecer as operações de mineração da Vale na área de Jaíba, em Minas Gerais, e será interligado à rede de transmissão regional. Veja ainda: Mineradora Vale possui quase 150 oportunidades de emprego abertas em todo o Brasil

Investimentos da mineradora Vale no projeto de energia solar

O projeto “Sol do Cerrado”, anunciado em dezembro do ano passado, recebeu investimentos de US$ 500 milhões e terá um papel importante nos esforços da Vale para atingir seus objetivos de sustentabilidade corporativa. Quando estiver em operação, o projeto de energia solar fornecerá 13% das necessidades totais de energia da mineradora no Brasil e compensará as emissões do Protocolo GHG Escopo 2 em até 136.407 toneladas de CO2 por ano. A Vale planeja produzir 100% da energia necessária para suas operações brasileiras até 2025, e alcançar a neutralidade de carbono em sua pegada global até 2050.

Segundo Marco Braga, diretor de Compras Globais da Vale, a decisão da mineradora foi baseada no desempenho comprovado da Nextracker após um completo processo de due diligence. Marco ainda diz que estão muito confiantes na experiência da Nextracker e na confiabilidade de seus produtos para apoiar a Vale na solução dos desafios deste importante projeto de energia solar em Minas Gerais.

Setor da mineração adquire, cada vez, mais as energias renováveis

Alejo Lopez, vice-presidente de vendas da Nextracker para a América Latina, diz que o projeto da Vale Sol de Cerrado, em Minas Gerais, é mais um exemplo de como a indústria de mineração está adotando as energias renováveis (como a energia solar, eletrificação de caminhões) como uma fonte confiável de geração para operações de energia e compensação de emissões de gases de efeito estufa.

Lopez ainda ressalta que esperam trabalhar em estreita colaboração com a Vale e implantar os rastreadores de energia solar inteligentes e software para maximizar o desempenho da planta e, ao mesmo tempo, minimizar os custos operacionais pelos 30 anos de vida útil da planta.

Leia também: BHP, Rio Tinto e Vale querem desenvolver soluções elétricas em caminhões usados nas minas

As três maiores mineradoras do mundo BHP Billiton, Rio Tinto e a Vale informaram, na última quinta-feira (13/05), em uma teleconferência global para empresários, aos fornecedores e start-ups, que pretendem desenvolver soluções para a eletrificação de grandes caminhões usados ​​em minas. As mineradoras explicaram, em comunicado conjunto, que o objetivo é fornecer uma solução que não apenas melhore a segurança e a eficiência da produção das baterias, mas também substitua o diesel por baterias, reduzindo, significativamente, as emissões durante as operações.

Este plano das maiores mineradoras foi apresentado em um momento em que os metais básicos se tornaram cada vez mais importantes, como uma importante matéria-prima para a produção de baterias. O Desafio de Inovação Charge On, como foi denominado o programa das mineradoras Vale, BHP e Rio Tinto, possui como objetivo gerar soluções para realizar a substituição do diesel por baterias nos grandes caminhões.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos