Início Firjan afirma que oferta de gás natural no Rio de Janeiro pode quadruplicar e impulsionar mercado do setor petroquímico

Firjan afirma que oferta de gás natural no Rio de Janeiro pode quadruplicar e impulsionar mercado do setor petroquímico

23 de junho de 2022 às 22:17
Compartilhe
Siga-nos no Google News
O estudo lançado nesta semana pela Firjan está com projeções futuras para o segmento de gás natural e espera que a oferta de gás natural chegue a quadruplicar, impulsionando assim o mercado industrial do estado do Rio de Janeiro, em especial o setor petroquímico.
Fonte: Diário do Rio

O estudo lançado nesta semana pela Firjan está com projeções futuras para o segmento de gás natural e espera que a oferta de gás natural chegue a quadruplicar, impulsionando assim o mercado industrial do estado do Rio de Janeiro, em especial o setor petroquímico.

Durante essa última quinta-feira, (23/06), a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) lançou o estudo “Potencial do Gás Natural: Um novo Ciclo para a Petroquímica no RJ”, que conta com as projeções para o setor de gás natural no estado. Dessa forma, a federação afirma que a oferta do combustível na região carioca deverá quadruplicar e que o mercado do setor petroquímico será o principal beneficiado com os resultados nos próximos anos.

Mercado do setor petroquímico será beneficiado com aumento da oferta de gás natural no estado do Rio de Janeiro nos próximos anos, afirma Firjan

O lançamento do estudo “Potencial do Gás Natural: Um novo Ciclo para a Petroquímica no RJ”, pela Firjan, nesta quinta-feira trouxe ao mercado carioca uma série de boas projeções futuras para o estado. E, de acordo com as projeções, a federação afirma que o estado poderá mais que quadruplicar sua oferta de gás natural no futuro, saindo dos atuais 20 milhões de metros cúbicos por dia para mais de 80 milhões de metros cúbicos por dia, garantindo assim uma nova perspectiva de comercialização do combustível. 

Artigos recomendados

O documento ainda apresenta o mercado do setor petroquímico como um dos principais responsáveis pelo aumento na oferta de gás natural e destaca que esse segmento será o mais beneficiado ao longo dos próximos anos no estado.

Trabalhe no Setor Eólico do Brasil

Ademais, a Firjan ainda destacou a relevância da indústria petroquímica para a circulação de capital no estado e afirmou que o segmento será o grande responsável, junto do mercado de gás natural, pela expansão econômica carioca no futuro. 

Além disso, o estudo em torno da oferta de gás natural no estado carioca ressaltou a importância da aplicação do produto no setor petroquímico, o que fará com que o segmento cresça ao longo dos próximos anos.

Isso, pois o estado possui altos potenciais de produção de eteno, propeno, amônia, ureia e metanol, como forma de agregar maior valor ao gás natural enquanto insumo nas cadeias de petroquímica e na indústria de fertilizantes. Assim, a indústria petroquímica poderá aproveitar não só a produção, como também toda a cadeia de beneficiamento dos derivados do commodity no estado.

Aumento na oferta de gás natural no estado do Rio de Janeiro trará novas perspectivas para o mercado de combustíveis no estado

O documento da Firjan ainda tratou da reinjeção de gás no estado carioca, que equivale a 50% da produção fluminense de gás natural e destacou que “Ainda que parte dela seja utilizada para melhoria do processo de produção de óleo, o ponto de equilíbrio desse uso é, em referências internacionais, bem inferior ao alocado, nos fazendo entender que parte significativa desse volume está sendo desprezado sem qualquer agregação de valor”.

Dessa forma, se faz ainda mais necessário um olhar mais atencioso para o segmento de gás natural na região, como forma de aproveitar a capacidade de expansão na oferta ao longo dos próximos anos.

Por fim, o documento da Firjan ressalta que consolidar a demanda no estado significa estimular o direcionamento de investimentos na cadeia de valor do insumo para as regiões com vocação de consumo, sendo altamente necessário no cenário atual. 

Agora, não só a indústria de gás natural focará seus esforços no desenvolvimento de novos projetos para o segmento, mas o mercado do setor petroquímico poderá aproveitar as projeções de crescimento futuro do combustível para a criação de negócios que se beneficiem da matéria-prima para os derivados nessa área.

Relacionados
Mais recentes