Fábrica da Toyota no estado de São Paulo abrirá 450 novos empregos com retomada de 3º turno

Roberta Souza
por
-
03-09-2021 10:18:49
em Indústria e Construção Civil
Fábrica – Toyota – São Paulo – empregos Fábrica da Toyota/ Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Menos afetada por falta de semicondutores, a Toyota reabre 3º turno de fábrica em Sorocaba, no interior do estado de São Paulo

A Toyota anunciou ontem, quinta-feira (02/09), que vai reabrir um terceiro turno de trabalho na fábrica de Sorocaba, no interior do estado de São Paulo, a partir de janeiro. A montadora japonesa, pouco afetada pela crise dos semicondutores, irá operar em jornada de 24 horas, a empresa contratará 450 funcionários a partir deste mês. Mais 50 empregos serão gerados em outras unidades do grupo e 350 na cadeia de fornecedores da região. Veja ainda esta notícia: Fábrica da Toyota em SP é considerada a mais limpa da marca no mundo e se torna referência mundial em sustentabilidade

Anteriormente, a Toyota já projetava retomar o 3º turno na fábrica em São Paulo

Como citados em outra oportunidade, em entrevista ao Jornal Cruzeiro do Sul, a Toyota Brasil informou no dia 6 de julho, que já estava estudando a possibilidade de retomar com o 3º turno na fábrica em Sorocaba, no interior do estado de São Paulo, a partir do ano que vem. A empresa na época ainda não havia confirmado os possíveis novos empregos a serem gerados na fábrica, porém as especulações a estimavam que 400 empregos seriam criados.

A Toyota Brasil dizia que a empresa tem avaliado constantemente os diversos cenários internos e de mercado para garantir a sustentabilidade de suas operações no País. E por isso, confirma que está dialogando com sindicato para analisar a viabilidade do terceiro turno na fábrica de Sorocaba a partir de 2022. O número de possíveis novas vagas de emprego ainda não está confirmado.

A direção da Toyota havia decidido adotar o terceiro turno no Brasil em 2018, algo raro nas fábricas da montadora, por isso a matriz japonesa demorou a ser convencida a autorizar a medida. Na época, o turno extra foi considerado a solução mais viável, sem necessidade de investir em uma nova planta, para atender ao crescimento previsto dos mercados da região e o lançamento de mais um modelo feito em Sorocaba, o Yaris hatch e sedã, lançado no segundo semestre de 2018, que se juntou ao Etios (também com as duas carrocerias) já produzido na unidade desde 2012.

Ampliação de produção na fábrica em Sorocaba

A fábrica da Toyota, no interior do estado de São Paulo, ampliará sua capacidade de produção das atuais 122 mil unidades ao ano para 152 mil. A unidade produz os modelos Yaris, Etios (só para exportação) e o Corolla Cross, o primeiro utilitário-esportivo da marca fabricado no País e lançado em março. O SUV tem versão híbrida/flex – roda com energia e gasolina ou etanol e é comercializado em 22 países da região.

O anúncio foi feito pelo presidente da Toyota do Brasil, Rafael Chang, ao governador João Doria no fim da tarde desta quinta-feira, 2. Segundo o executivo, a medida vai atender a crescente demanda por produtos da marca no Brasil e na América Latina e faz parte da estratégia de crescimento sustentável da empresa e de seu comprometimento com o País, apesar dos desafios que toda a indústria enfrenta por causa da pandemia de covid-19. A fábrica já teve três turnos de trabalho entre novembro de 2018 e junho de 2019.

Parceria com o governo do estado de São Paulo

O Governador de São Paulo, João Doria esteve ao lado o Presidente da Toyota do Brasil, Rafael Chang, e destacou que estiveram juntos em 2019 em visita à sede da Toyota no Japão e agora, resultante disso, tem-se a expansão da fábrica da Toyota em Sorocaba, com geração de novos empregos e novos investimentos.

O CEO da Toyota Brasil diz que “Trabalhamos duro para criar esse momento importante da história da Toyota no Brasil. Ele está sendo possível graças à excelente integração que fizemos com todos os públicos envolvidos nessa iniciativa – colaboradores, sindicato, fornecedores, concessionários e governo. Além disso, tenho certeza de que esses 850 empregos diretos e indiretos que serão gerados impactarão positivamente a sociedade brasileira nesse período tão delicado que todos vivemos”.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe