Estaleiro Wilson Sons conclui navio para prestar serviço à Petrobras

Estaleiro realiza conversão

Estaleiro paulista Wilson Sons em parceria com a holandesa Damen conclui conversão de PSV em SDSV, embarcação será operada pela divisão de rebocadores da empresa brasileira

Os grupos Wilson Sons e Damen orgulhosamente tiveram o prazer de anunciar em seus canais de comunicação que concluíram no mês passado a conversão do navio de suprimento para plataformas (PSV) em um navio de apoio para mergulhos rasos (SDSV).
A embarcação, que tem o nome de Fulmar pertence a Wilson Sons UltraTug Offshore e precisará mudar sua classificação de DP1 para DP2, antes de ser operada pela mesma companhia.

A conversão do PSV pelos grupos brasileiro e holandês foi tomada depois da Wilson Sons UltraTug Offshore vencer um contrato com a Petrobras.
A obra foi realizada no Estaleiro da Wilson Sons no Guarujá depois que a Damen fez um estudo de viabilidade do projeto, pois foi a responsável por toda a engenharia, integração e gerenciamento no estaleiro da parte da conversão DP1-DP2.

Coube ao estaleiro Wilson Sons realizar a obra, as entregas de material, a instalação e os testes de FMEA (análise dos modos de falha e seus efeitos).

Parceria de sucesso

Segundo Daniel Pereira, Gerente de Manutenção do estaleiro, “O projeto não foi isento de desafios. Por exemplo, para termos o navio pronto no prazo da obrigação contratual com a Petrobras, tivemos apenas seis meses para cumprir todo o escopo do projeto”.

Outro ponto de extrema importância para o sucesso do empreendimento, segundo Pereira, foi a perfeita integração entre os parceiros, com reuniões diárias para monitorar o progresso e evitar mudanças de escopo que atrasassem o cronograma.

Concluídas as obras, o navio cumpriu um extenso programa de testes da Petrobras, cujos resultados foram satisfatórios e que propiciaram a entrada em operação da embarcação em operação no início deste mês de maio.

Atualmente, o Estaleiro Wilson Sons, seu braço logístico a Wilson Sons UltraTug Offshore e a Holandesa Damen possuem em seu portfólio a construção de 18 PSVs nos últimos 12 anos.

A Shell vai instalar um FPSO em Gato do Mato ! Acesse aqui a matéria completa !

Um passo simples para se trabalhar embarcado mas poucos conhecem...

Um dos mercados mais almejados para profissionais que desejam trabalhar no mar é o offshore, principalmente em navios de cruzeiro, embarcações de apoio e marcantes. As escalas de trabalho são diferenciadas, podendo-se trabalhar apenas 6 meses e folgando mais 6. Assista o vídeo revelador que têm ajudado muitas pessoas no Brasil a ingressar neste mercado aqui.
Posted Under
Sem categoria