Energisa dá início as operações da linha de transmissão do empreendimento que vai reforçar fornecimento de energia para MT e TO

Valdemar Medeiros
por
-
01-03-2021 11:56:43
em Indústria e Construção Civil
Energisa - linha de transmissão - energia Linha de transmissão – Pará

A nova linha de transmissão de energia da Energisa terá o nome de Xinguara II

O Grupo Energisa deu início as operações da primeira etapa do terceiro empreendimento da nova linha de transmissão para fornecimento de energia. O lote 19, localizado no Pará, foi adquirido em 2018 por uma receita anual total de R$ 36,1 milhões de Receita Anual Permitida (RAP). Só esse trecho recebeu R$ 80 milhões em investimentos.

Leia também

Já neste novo lote, a Energisa Pará Transmissora de Energia II (EPA II) incluiu mais 72,3 quilômetros da linha de transmissão Xinguara II – Integradora Sossego (230 kV), além de reparos e ampliações nos pátios de 230 kV das subestações Xinguara e Integradora Sossego.

Principais beneficiários da nova linha de transmissão

Este projeto dará ao fornecimento de energia elétrica da região do Sudeste do Pará, o Norte de Mato Grosso e o Oeste do Tocantins, diversos benefícios. Nessas regiões, a Energisa controla duas distribuidoras: Energisa Mato Grosso e Energisa Tocantins.

O vice-presidente de Geração, Transmissão e Serviços do Grupo Energisa, Geraldo Mota falou mais sobre o empreendimento:

“Este empreendimento é fundamental para levar energia e desenvolvimento a uma região estratégica do Brasil, de fronteira agrícola, consolidando nossa presença na Amazônia. Somos uma empresa centenária, o maior player privado de capital nacional do setor elétrico brasileiro, e este avanço no segmento de transmissão reforça nosso portfólio de ativos e serviços de energia.”

Outros empreendimentos do Grupo Energisa

Além do Xinguara II, a Energisa tem outros empreendimentos em andamento, sendo dois deles com expectativa de conclusão até 2022.

Já se tratando da segunda etapa do Lote 19 do Leilão 02/2018, houvera um investimento de cerca de R$ 400 milhões, com Receita Anual Permitida (RAP) de R$ 33 milhões e o lote 4 do leilão 04/2018, da Energisa Tocantins Transmissora – ETT, foi arrematado por R$ 66,1 milhões de RAP, incluindo a construção de 772 km de linhas de transmissão.

Ao todo, juntamente com lote 11 do leilão 01/20 do Amazonas, somam em torno de R$ 2,7 bilhões em investimentos, segundo a Aneel.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.