Empresa investe R$ 200 milhões em nova mineradora de basalto em MG e pretende gerar 250 empregos diretos e indiretos

Valdemar Medeiros
por
-
11-07-2021 09:58:29
em Indústria e Construção Civil
Mineração - mineradora - basalto - MG - empregos - Mina de Basalto em MG – Créditos: Governo de Uberlândia

Com o grande destaque que o basalto tem ganhado em Uberlândia (MG), a empresa Luvas Mineradora investiu R$ 200 milhões em uma nova unidade para exploração que pretende gerar centenas de empregos na região

Na tarde desta quinta-feira (8), a Luvas Mineradora anunciou ao prefeito Odelmo Leão, em reunião, que construirá uma nova planta mineradora na cidade de Uberlândia (MG) para a mineração do pó de basalto. Serão cerca de R$ 200 milhões investidos no empreendimento, que ficará localizado na BR-050, sentido Araguari (MG). A estimativa é que sejam gerados 250 empregos diretos e indiretos.

Leia também

24 milhões de toneladas de basalto

De acordo com empresário Luís Vasconcelos Borches Júnior, investidor responsável pela apresentação do plano de negócios ao Município de MG, a mineradora será construída em uma jazida a ser explorada, com uma capacidade de aproximadamente 24 milhões de toneladas de basalto, uma rocha vulcânica com bastante presença no solo da região.

O estoque permite que o empreendimento, que irá gerar diversos empregos, tenha capacidade para produzir mais de 200 mil toneladas de um mix de produtos como areias para construção civil, britas e obras rodoviárias, bem como o pó de basalto, que é um remineralizador capaz de substituir adubos químicos.

De acordo com o investidor, a previsão é que as obras da mineradora de basalto se iniciem no segundo semestre deste ano. O obra poderá ser a maior planta de remineralizadores do país e a maior de britagem em Uberlândia (MG).

A importância da mineradora de Basalto para MG

O prefeito da cidade, Odelmo Leão, ressaltou a importância da mineradora na cidade, não só no sentido do desenvolvimento através da geração de empregos e renda, mas também por ser um grande passo para a difusão do pó de rocha.

Segundo Leão, esse produto será o futuro do agronegócio no Brasil e que o setor também deve se preparar de maneira sustentável para alimentar o mundo. A reunião também contou com a presença de representantes da empresa Campo de Brasília e do Ministério da Agricultura.

A predominância do Basalto em Uberlândia (MG)

O Basalto é uma rocha silicática de origem vulcânica que é muito presente nos solos de Uberlândia. A cidade possui cerca de 16 mil hectares dessa rocha, que apresenta uma alta concentração de cálcio, potássio e magnésio.

Quando na forma em pó, o material possui uma capacidade de aumentar o rendimento de produção na ordem de aproximadamente 20% a 30%, com melhoria da sanidade das plantas, maior resistência a intempéries, entre outros.

A prefeitura da cidade vem realizando estudos e testes desde o ano de 2017 ao lado da empresa Campo em lavouras de grãos, e recentemente iniciou a testagem do pó em pequenas e médias propriedades em diversas culturas, como banana, pastagem e hortaliças.

Tags:
Valdemar Medeiros
Formado em Segurança do trabalho, especialista em marketing de conteúdo em conjunto de ações de SEO e Universitário de Publicidade e Propaganda.