Depois das compras a BP tem planos de começar as perfurações no Pré-sal

Perfuração da BP no Pré-sal

A Petroleira britânica BP, depois de investir R$ 1,47 bilhão em aquisições, começará sua perfurações no Pré-sal da Bacia de Santos

Segundo declarações do presidente da petroleira britânica BP, a companhia pretende começar a sua primeira campanha exploratória no Pré-sal, como operadora, entre 2021 e 2022.
Depois de passar os dois últimos anos adquirindo seis blocos exploratórios nas bacias de Campos e Santos, sendo quatro deles dentro do polígono do Pré-sal, onde fez investimentos da ordem de R$ 1,47 bilhão, em bônus de assinatura, a companhia planeja começar as perfurações em Pau Brasil, na Bacia de Santos.

A Atuação no Brasil

Presente no país desde a década de 1970, são mais de 50 anos de atividades no setor de energia no Brasil, possui hoje 21 concessões em quatro diferentes bacias geológicas brasileiras, localizadas em terra e mar, sendo uma das empresas internacionais com o maior portfólio de exploração em águas profundas no País.

A BP atua nos segmentos de produção de lubrificantes (Castrol) e biocombustíveis (BP Biocombustíveis), exploração e produção de petróleo e gás natural (BP Energy), distribuição de combustíveis marítimos (BP Marine/NFX) e de aviação (Air BP),

A empresa emprega cerca de 7 mil pessoas em suas diversas unidades de negócios e possui atividades em 15 estados (Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, São Paulo) e no Distrito Federal.

Depois de fechar, no segundo semestre do ano passado, um acordo de leniência com o ministério Público Federal que devolveu aos cofres públicos R$ 1,4 Bi, a SBM está de volta ao jogo e por cima.
A holandesa venceu a licitação que concorria juntamente com a Modec e MISC e vai construir o FPSO que vai operar no campo de Mero 2 no bloco de Libra. Acesse aqui e veja a matéria completa !

Sobre Renato Oliveira

Engenheiro de Produção com pós-graduação em Fabricação e montagem de tubulações com 30 anos de experiência em inspeção/fabricacão/montagem de tubulações/testes/Planejamento e PCP e comissionamento na construção naval/offshore (conversão de cascos FPSO's e módulos de topsides) nos maiores estaleiros nacionais e 2 anos em estaleiro japonês (Kawasaki)