Braskem investirá 61 milhões de dólares em Pólo petroquímico no Rio Grande do Sul para expandir produção de eteno verde

Flavia Marinho
por
-
24-02-2021 10:58:11
em Usina e Agronegócio
Braskem - etanol - petroquímica - eteno verde - rio grande do sul - vagas Trabalhador petroquímica Braskem

Braskem vai adicionar 60 mil ton a produção no RS. O eteno verde é produzido a partir do etanol da cana-de-açúcar e utilizada para a produção de resinas

A Braskem fará investimento milionário no Rio Grande do Sul, a companhia vai iniciar um projeto no polo petroquímico de Triunfo (RS), para aumentar sua capacidade de produção de eteno verde. O insumo é produzido a partir do etanol de cana de açúcar e utilizado para produção de resinas mais sustentáveis. Procurando emprego? 204 mil vagas de emprego para candidatos de ensino fundamental e médio para trabalhar no Censo 2021, pelo IBGE, em todo o Brasil

Leia também

O investimento previsto pela Braskem é de 61 milhões de dólares, e a expectativa da empresa é de uma adição de 60 mil toneladas por ano na produção de eteno verde. O início da operação está previsto para o final de 2022.

O projeto faz parte da meta da petroquímica de reduzir em 15% suas emissões de gases de efeito estufa até 2030, e alcançar a neutralidade de carbono até 2050.

“A expansão da capacidade de produção de biopolímeros é reflexo do crescimento na demanda da sociedade e dos nossos parceiros por produtos sustentáveis, que tem aumentado consideravelmente nos últimos anos. Esta iniciativa também reforça nosso compromisso com o desenvolvimento sustentável, que anda lado a lado com os valores da cadeia em que estamos inseridos e de nossos clientes. Esse aumento ne capacidade de produção de nossa unidade industrial tem como objetivo manter a Braskem na liderança do mercado de biopolímeros”, explica Marco Jansen, responsável global por biopolímeros na Braskem.

Petroquímica Braskem fatura contratos bilionários com a Petrobras

A Petrobras anunciou em fato relevante a celebração de novos contratos bilionários de longo prazo estimados em R$16,5 bi com a Braskem, para fornecimento de nafta e de etano e propano

Segundo o comunicado da Petrobras a náfta irá atender a unidade industrial do estado de São Paulo, já o fornecimento de etano e propano serão destinados a unidade industrial do estado do Rio de Janeiro.

Estimado de R$ 19 bilhões, o contrato bilionário de nafta, entrará em vigor em 23/12, após o encerramento do contrato atual, e vigorará até 31 de dezembro de 2025. A quantidade é de até 2 milhões de toneladas por ano.

Setor de etanol e cana-de-açúcar do Brasil pode ganhar nova usina, aumentando capacidade de processamento

Raízen, empresa produtora de etanol no Brasil e a dona dos postos Ipiranga, está adquirindo uma das líderes do setor sucroenergético, a Biosev. Caso os negócios se concretizem, o novo projeto terá uma capacidade de produção sozinha de 17% de todas as usinas de cana-de-açúcar da região Centro-Sul, local das principais produtoras do Brasil, que correspondem a 70% da produção nacional.

Neste ano de 2021, as usinas de cana irão priorizar a produção de açúcar e não de etanol. As principais produtoras do Brasil que ficam localizadas na região Centro-Sul, que correspondem a 70% da produção nacional, tem o seguinte fator para ter a prioridade na produção: o preço do adoçante no mercado interno e a recuperação dos valores no mercado estrangeiro.

Ao contrário das usinas que produzem etanol de milho, as usinas de cana-de-açúcar podem determinar se produzirão mais açúcar ou etanol. Portanto, um termo mix mais amplo para um ou outro produto.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.